Dia: 11 de abril de 2022

Diogo Alves assumirá a vaga de Raniere Barbosa na Câmara Municipal; entenda o motivo

O primeiro suplente de Vereador Diogo Alves (Avante) assumirá a vaga de Vereador na Câmara Municipal de Natal após a licença médica do titular Raniere Barbosa.

Diogo deverá ocupar a cadeira no Plenário Érico Hackradt por dois ou três meses.

A posse será ainda essa semana.

Com informações do Blog Igor Costa.

#Até4deMaio: campanha da Justiça Eleitoral alerta para o prazo final para tirar ou regularizar o título

4 de maio é o último dia para regularizar a situação com a Justiça Eleitoral

A Justiça Eleitoral está realizando a campanha #Até4deMaio, que chama a atenção da população sobre o prazo final para tirar, transferir e regularizar o título de eleitor a tempo de votar nas Eleições 2022. O objetivo principal da campanha é estimular e lembrar a juventude sobre a importância de emitir o título de eleitor até o dia 4 de maio. As peças também explicam às pessoas que já possuem o documento como acessar o Autoatendimento do Eleitor, que auxilia na regularização do título, garantindo às cidadãs e aos cidadãos a participação nas Eleições 2022.

A data é estipulada pela Lei das Eleições (Lei nº 9.504/97 – artigo 91), que prevê o fechamento do Cadastro Eleitoral 150 dias antes de cada pleito. Durante esse período, o cidadão poderá resolver pendências como transferência de domicílio eleitoral ou outras decorrentes de ausência ou justificativa nas três últimas eleições.

Portanto, para evitar contratempos, é importante não deixar para o fim do prazo (pois nos últimos dias, é alta a procura pelo serviço) para quitar eventuais débitos e poder exercer o direito de participar da escolha dos próximos deputados estaduais, deputados federais, governadores, senadores e presidente da República. A votação em primeiro turno ocorrerá no dia 2 de outubro, e o segundo turno, se houver, em 30 de outubro.

Como regularizar?

No site do TRE-RN há um destaque principal que leva até a página do Autoatendimento do Eleitor. Lá o internauta acessa o sistema Título Net, preenche o formulário com suas informações e anexa os documentos solicitados. Após o preenchimento, é gerado protocolo para acompanhamento. Na sequência, os dados são enviados imediatamente para a Zona Eleitoral correspondente e, caso estejam todos corretos, após verificação pela equipe do cartório, as informações são encaminhadas para o Tribunal Superior Eleitoral para validação. Vale lembrar que quem possui débito com a Justiça Eleitoral deve quitar a dívida antes de iniciar o requerimento.

Havendo necessidade de ajustes nos dados, o cartório eleitoral entrará em contato por e-mail ou WhatsApp para a complementação. Por isso, o TRE-RN reforça a importância do preenchimento correto das informações solicitadas no requerimento para agilizar o atendimento.

Na página do Autoatendimento do Eleitor também é possível acompanhar o andamento da solicitação, imprimir o título de eleitor, consultar a existência de multa eleitoral, emitir certidões e muito mais. Se precisar de mais orientações, o eleitor pode entrar em contato com a sua Zona Eleitoral. Neste link é possível acessar contatos e endereços dos Cartórios Eleitorais do RN: https://www.tre-rn.jus.br/o-tre/zonas-eleitorais/enderecos-eletronicos.

Penalidades

As pessoas com mais de 18 anos que ainda não têm o título eleitoral estão sujeitas a uma série de restrições legais. Isso acontece porque manter o documento regularizado é pré-requisito para outras ações, tais como obter passaporte ou carteira de identidade e receber vencimentos, remuneração, salário ou proventos de função ou emprego público, autárquico ou paraestatal.

Vale lembrar ainda que os jovens que passam no Exame Nacional do Ensino Médio (Enem) e não possuem título de eleitor podem ficar impedidos de finalizar a matrícula por meio do Sistema de Seleção Unificada (Sisu). O título é um dos documentos indispensáveis para se matricular na universidade escolhida.

Biometria

É importante lembrar que a coleta da biometria está suspensa, conforme estabelecido na Resolução nº 23.615/2020 e confirmado pela Resolução TSE nº 23.667/2021. Portanto, quem está com o título em dia e quer apenas cadastrar a biometria não precisa buscar atendimento por enquanto. Essas pessoas poderão votar normalmente nas Eleições 2022.

MPRN investiga contratação da Casa da Ribeira para gerir Complexo da Rampa

Museu da rampa/ Foto: Reprodução

O Ministério Público do Rio Grande do Norte (MPRN) parece que, finalmente, acordou para os indícios de irregularidades que a 96 FM (tanto no Jornal das 6 e no Meio Dia RN) e nos Blogs de Gustavo Negreiros, BG e Dinarte Assunção divulgaram ainda em 2021, referente a contratos firmados com a Casa da Ribeira em abril do ano passado, no valor de R$ 6,4 milhões.

No início deste mês, o promotor de justiça Afonso de Ligório, da Promotoria do Patrimônio Público, abriu um inquérito civil para apurar “suposto direcionamento por parte da secretaria de estado do turismo, na contratação da casa da ribeira para elaboração de projeto museológico e expográfico, bem como o desenho e respectivo enquadramento em leis de incentivo à cultura nas esferas federal e estadual, do museu da rampa”.

A “demora” é porque essa situação foi mostrada e repetida pela reportagem da 96 fm ainda em julho do ano passado, porque a Casa da Ribeira, dois meses após ser contratada para gerir o complexo cultural da rampa, não havia procurado nenhum dos antigos gestores da Fundação Rampa, Associação que mantinha o acervo da participação do Rio Grande do Norte na Segunda Guerra Mundial.

Uma coisa levou a outra e a aparente falta de interesse da Casa da Ribeira nesse acervo acabou por evidenciar outras questões polêmicas. Primeiro: o espaço cultural que deveria contar a participação do RN, iria servir como museu para expor obras de artes nacionais e potiguares, não necessariamente ligadas a Segunda Guerra.

Contudo, outras irregularidades logo surgiram, como o fato do contrato ter sido firmado junto a Secretaria Estadual de Turismo e não a de Cultura. Situação tão estranha, inclusive, que a própria secretária de Turismo, Ana Maria da Costa, foi procurada pelo MP antes da abertura do inquérito e nem mesmo respondeu ao questionamento do órgão.

Porém, foi a justificativa para a contratação da Casa da Ribeira que fez o MP, realmente, abrir o olho. Segundo o promotor Afonso de Ligório, a Casa foi contratada por inexigibilidade de licitação, porque teria “singular e notória especialização” nesse tipo de trabalho. O problema é que não há, no portfólio da instituição, qualquer experiência ou mesmo trabalho museológico.

Além disso, identificou-se que o contrato celebrado no valor de R$ 7,5 milhões assinado pelas Secretaria da Infraestrutura do RN e pela Setur com a construtora Ramalho Moreira, em 2013, tinha o objeto de executar obras de implantação do Museu da Rampa e Memorial do Aviador, e não para um projeto “museológico e expográfico”, como era o da Casa da Ribeira.

É como se a obra fosse para uma coisa, o projeto apresentado pela casa de ribeira para o outro, mas a Secretaria de Turismo decidiu encaixar uma coisa na outra.

ESTADO DE LUTA

Neste ano, a Casa da Ribeira decidiu abrir uma concorrência pública para contratação de obras que farão parte do acervo do museu. Algo ligado a Segunda Guerra? Nada disso. Ligado ao suposto “Estado de Luta”. “Estamos falando de ‘Estado de Luta’ em um espaço de camadas e de composições que se atravessam na cultura e na história. O Complexo Cultural Rampa já foi muitos outros, durante tempos de guerra e tempos de paz, ambos circunstanciados, pois nunca são tempos destituídos de lutas, de esforços perenes de vida e sonho em um mundo de desigualdades. Assim, este edital deve ser impulso para a criação de um espaço poético-político de rebeldia e visibilidade, de desgaste e regeneração, de grito, aviso e sussurro, para as diferentes escalas de luta que o módulo virá a abrigar”, explica a curadoria, formada por André Bezerra, Gustavo Wanderley e Rafael Bicudo.

Cada peça contratada pela Casa da Ribeira custará R$ 20 mil.

Quem será procurado pelo MPRN para explicar a situação:

CARMEM VERA ARAÚJO DE LUCENA, Coordenadora de Articulação e Ordenamento da SETUR, com endereço na sede da SETUR, no Centro Administrativo, por meio telefônico, e-mail ou pelo aplicativo WhatsApp (com o envio de tutorial para realização da audiência), a fim de prestar depoimento a essa 60ª Promotoria de Justiça de Natal/RN por meio do aplicativo Google Meets, na condição de testemunha, com relação aos fatos investigados nos autos deste IC, na data designada pelo expediente que lhe será enviado, munida da documentação pessoal e facultando-se, querendo, se apresentar acompanhada de advogada(o);

LORAYNE MAHARA BEZERRA GOMES, Chefe de Gabinete – Assessora Técnica da SETUR, com endereço na sede da SETUR, no Centro Administrativo, por meio telefônico, e-mail ou pelo aplicativo WhatsApp (com o envio de tutorial para realização da audiência), a fim de prestar depoimento a essa 60ª Promotoria de Justiça de Natal/RN por meio do aplicativo Google Meets, na condição de testemunha, com relação aos fatos investigados nos autos deste IC, na data designada pelo expediente que lhe será enviado, munida da documentação pessoal e facultando-se, querendo, se apresentar acompanhada de advogada(o);

GUSTAVO TOMÉ WANDERLEY, Curador em artes visuais e arte-educação do ESPAÇO CULTURAL CASA DA RIBEIRA – CASA DA RIBEIRA, responsável técnico pelo projeto contratado, por meio telefônico, email ou pelo aplicativo WhatsApp (com o envio de tutorial para realização da audiência), a fim de prestar depoimento a essa60ª Promotoria de Justiça de Natal/RN por meio do aplicativo Google Meets, na condição de testemunha, com relação aos fatos investigados nos autos deste IC, na data designada pelo expediente que lhe será enviado, munido da documentação pessoal e facultando-se, querendo, se apresentar acompanhado de advogada(o);

*Com informações do Portal da 96 FM Natal

CONFIRA: Paróquia de São Paulo do Potengi divulga programação da Semana Santa

A Pastoral da Comunicação da Paróquia de São Paulo Apóstolo em nossa cidade, São Paulo do Potengi e Lagoa de Velhos, divulgou a programação da Semana Santa 2022. Dentre confissões e missa, a programação tem início nesta segunda-feira, 11 de abril. Durante alguns dias a PASCOM fará transmissão e postagem durante a semana.

Confira a programação e participe!

Saiba como bloquear seu Pix em caso de roubo de celular

Foto: Divulgação

Desde que o Pix, ferramenta de pagamento instantâneo do Banco Central, se popularizou no país, os roubos e furtos de celular passaram a ser seguidos de uma “corrida contra o tempo” para que a vítima bloqueie os aplicativos de banco o quanto antes.

Se não conseguir, o aparelho pode ser destravado por quadrilhas especializadas que invadem contas bancárias, ampliando o prejuízo de quem ficou sem celular.

De acordo com Anderson Honorato, delegado assistente da 2.ª Delegacia do Patrimônio em São Paulo, o Pix se tornou o “negócio da moda”. Por isso, é cada vez mais necessário saber o que fazer em caso de roubo ou furto de celular e como evitar ser alvo desse tipo de crime.

Como notificar

Quando o celular é roubado, o recomendado é que a vítima acione o banco imediatamente para pedir o bloqueio do aplicativo e das transferências. Isso pode ser feito por telefones listados na internet ou por outros canais em sites das instituições financeiras. A depender do caso, o banco pode até reter a transferência antes que o dinheiro vá para contas de laranjas.

Outro passo complementar é trocar as senhas de todos os aplicativos que possam ter informações sensíveis, como e-mail, e notificar a operadora de telefonia. Quando o pedido é validado pela operadora, é feito o bloqueio da linha, evitando o acesso a informações do chip para que os criminosos não entrem em contato com pessoas pelo celular para aplicar mais golpes. Recentemente, cresceu, por exemplo, a ação de golpistas que se passam pelas vítimas para pedir empréstimos pelo WhatsApp.

Para fazer o bloqueio completo do celular, a operadora pode pedir dados pessoais, número do boletim de ocorrência e o IMEI (sigla para International Mobile Equipment Identity), que é um registro de identificação próprio de cada aparelho. Ele possibilita que o bloqueio seja feito mais rápido. Caso não tenha o IMEI do clelular, o usuário pode obtê-lo discando o comando *#06# no telefone. O número é informado logo em seguida.

Desde abril de 2021, é possível controlar o limite no sistema de Pix, reduzindo ou aumentando o valor disponível para transações. Como medida de segurança, o BC fez uma série de mudanças no Pix em agosto do ano passado. O limite do sistema de pagamentos passou a ser de R$ 1 mil para operações entre 20h e 6h.

Celular na rua

O delegado Anderson Honorato dá algumas dicas para evitar abordagens e o roubo do aparelho celular.

Primeiro, é importante não deixar o aparelho exposto. Também é recomendável não falar ao celular em local desabrigado na rua, sobretudo quando estiver só. Caso seja necessário usar o celular, busque entrar em um comércio.

No caso de quem está de carro ou em ônibus, é recomendado não deixar o celular desguarnecido ou os vidros abaixados em um local movimentado, recomenda o delegado.

*Com informações da CNN Brasil

Cuiabá derrota Fortaleza pela primeira rodada do Campeonato Brasileiro

Everton marcou o gol da vitória de 1 a 0 no Castelão/ Foto: Reprodução

O Cuiabá iniciou o Campeonato Brasileiro com uma vitória de 1 a 0, neste domingo (10) no estádio do Castelão. Com este resultado, o Dourado fica na 6ª posição da classificação com três pontos conquistados.

A vitória do Cuiabá foi garantida aos sete minutos do primeiro tempo, quando Everton aproveitou sobra de bola para bater de primeira e superar o goleiro Max Walef.

O Dourado volta a jogar pelo Brasileiro no próximo sábado (16), contra o Fluminense. Mas antes tem um compromisso diante do Racing (Argentina), pela Copa Sul-Americana, na quarta (13). Já o Fortaleza joga pela competição nacional contra o Internacional no domingo (17). Três dias antes o desafio é o Guaireña (Paraguai), na Sul-Americana.

Preço médio da gasolina cai R$ 0,19, mas RN tem segundo maior valor do país

Rio Grande do Norte segue com a segunda gasolina mais cara do país/ Foto: Reprodução

Os motoristas que utilizam gasolina como combustível no Rio Grande do Norte notaram uma queda nos preços ao longo do mês. Os R$ 7,921 pagos, em média, pelo litro da gasolina em meados de março, agora são R$ 7,733, uma queda de quase R$ 0,19. É o que aponta o mais recente levantamento da Agência Nacional de Petróleo, Gás e Biocombustíveis (ANP), divulgada no sábado (9). Mesmo com a redução, o Rio Grande do Norte segue com a segunda gasolina mais cara do país.

Dos 27 estados (incluindo o Distrito Federal), 22 tiveram redução no valor após quatro semanas, data da pesquisa realizada após o mais recente reajuste no valor dos combustíveis no país. Somente o Piauí (que é um dos estados não teve redução no período) tem um preço médio de gasolina mais alto do que o Rio Grande do Norte. Lá, o litro custa R$ 8,101, em média.

Por outro lado, o Amapá segue na ponta como a gasolina mais barata do Brasil. Os motoristas do estado pagam R$ 6,339 pelo litro. Em comparação aos estados vizinhos, o abismo com relação ao Rio Grande do Norte segue grande. Na Paraíba, os motoristas pagam R$ 7,039 pelo litro, valor quase R$ 0,70 menor do que nos postos potiguares, enquanto Pernambuco tem preço médio de R$ 7,238 e o Ceará tem R$ 7,487.

Capitais

Entre as capitais, Natal também tem a segunda gasolina mais cara do Brasil, perdendo somente para Teresina, no Piauí. Os moradores da capital potiguar pagam R$ 7,777, em média, pelo litro da gasolina, enquanto os piauienses pagam R$ 8,181. Em João Pessoa, o valor é R$ 6,986, e em Recife, R$ 7,223.

Em Natal, a variação dos preços entre os postos é a quarta menor do Brasil. Somente Manaus, Palmas e Boa Vista têm variação menor.

*Com informações Tribuna do Norte

Jovens potiguares tentam ingressar em universidades estrangeiras

Foto Divulgação

Com o advento da globalização, a popularização da tecnologia e o acesso à informação, os jovens do mundo todo passaram a prospectar novas oportunidades de crescimento no universo educacional, principalmente no tocante à graduação.

No Rio Grande do Norte, essa realidade também se confirma e jovens como Yasmin Varela Leão Morais, de 17 anos, já decidiram o que querem fazer após o Ensino Médio: cursar uma graduação no exterior.

A pré-vestibulanda é aluna do Complexo Educacional Contemporâneo, em Natal, e almeja fazer um Double Major (programa de graduação dupla) fora do país. Ela pretende cursar Geopolítica e Relações Internacionais na faculdade John Cabot University Guarini Campus, em Roma, na Itália.

Segundo Thaina Carvalho, diretora pedagógica da escola, o projeto de Yasmin e de outros jovens que sonham em cursar graduação no exterior se tornou possível depois que as notas do Enem passaram a ser aceitas em universidades estrangeiras.

“O país onde o Enem possui uma maior aceitação de ingresso é Portugal, devido a um acordo entre os governos. Cerca de 50 universidades, institutos politécnicos e escolas superiores têm acordo com o Inep. Mas cada instituição portuguesa define as próprias regras e os pesos para uso das notas do Enem”, explica ela.

De acordo com o Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais Anísio Teixeira (Inep), o aproveitamento do desempenho no Exame Nacional fora do país depende, de fato, de cada instituição, já que os processos de admissão são específicos e os candidatos devem ficar atentos às regras.

Outro fator que tem permitido a viabilização desse sonho, porém, é o impulso de programas de países desenvolvidos para atrair novos talentos, com o objetivo de fomentar pesquisas e projetos relacionados à saúde, tecnologia e sociedade.

Para se ter uma ideia, como conta Simone Ferreira, orientadora do EducationUSA, que divulga o sistema de ensino superior americano no Brasil, atualmente cerca de 70 mil brasileiros cursam graduação em faculdades no exterior.

Yasmin Varela relata um pouco da sua preparação para realizar o seu sonho, que foi amplamente incentivado por uma professora ainda nos tempos do Ensino Fundamental, e dá dicas para quem quer trilhar o mesmo caminho.

“A preparação para poder estudar fora é muito importante. Devemos começar dando atenção ao estudo de idiomas para facilitar a comunicação e principalmente ter um bom planejamento para podermos escolher a faculdade e o curso certos. Temos que ter confiança em nós mesmos e em nossos sonhos, ainda que digam que seja impossível realizá-los”, afirma a estudante do Contemporâneo, que se diz mais que preparada para ultrapassar fronteiras e ganhar o mundo.

Confira algumas instituições estrangeiras que aceitam as notas do Enem em seus processo de admissão

Portugal

– Universidade de Coimbra (UC);

– Universidade do Algarve (UAlg);

– Instituto Politécnico de Leiria (IPLeiria);

– Instituto Politécnico de Beja (IPBeja);

– Instituto Politécnico do Porto (P.Porto);

– Instituto Politécnico Portalegre (IPP).

Estados Unidos

– New York University;

– Drexel University;

– Northeastern University;

– Temple University.

Canadá

– Universidade de Toronto;
– Humber Colegge.

Políticas públicas tiveram perdas de recursos no governo Bolsonaro

Presidente Jair Bolsonaro (PL) / Foto: Reprodução Isac Nobrega

Saúde, Educação e Meio Ambiente passaram por um processo de desfinanciamento de políticas públicas, interrompidas ou prejudicadas pela escassez de recursos federais, nos três anos da gestão Bolsonaro. É o que mostra o estudo A Conta do Desmonte — Balanço Geral do Orçamento da União, divulgado hoje pelo Instituto de Estudos Socioeconômicos (Inesc), com dados colhidos em fevereiro deste ano.

O levantamento do Inesc — uma organização não governamental, sem fins lucrativos, apartidária e com sede em Brasília — aponta que houve uma queda nos gastos gerais para saúde e setores correspondentes. Na comparação anual, entre 2019 e 2020, a perda chega a 5,95%. Porém, na composição entre valores no período de 2019 a 2021, alcança a 7,27%. Quando são analisados os gastos com a pandemia, a diminuição de empenho governamental vai a 78,8% entre 2020 e 2021 — considerado o período crítico da calamidade pública. As mortes saltaram 117% no período analisado, em meio à escassez de recursos. Ainda de acordo com o estudo, apenas 82% do montante autorizado foi executado em 2021, havendo uma sobra de R$ 27,3 bilhões.

Vale lembrar que 2020 marcou o início da crise sanitária no Brasil, com 396 mil óbitos de janeiro a dezembro. A explosão de casos em Manaus, entre dezembro de 2020 e janeiro de 2021, foi um dos momentos mais emblemáticos de saúde pública do país.

Em 2021, o auxílio emergencial saiu em abril, mas, ainda assim, teve seus recursos cortados em quase 50% ao decorrer do ano. Para 2022, o orçamento autorizado para o combate à pandemia, incluindo créditos extraordinários, ficou em R$ 11,8 bilhões — menos de 10% do que foi gasto em 2021, sendo a maior parte desse montante, R$ 8,4 bilhões, voltada à aquisição de vacinas — 6%, em 2020; e 39%, em 2021, para a aquisição do imunizante.

O estudo também mostra cortes significativos na educação, alvo de polêmicas no governo Bolsonaro. Nos anos em que a pandemia se tornou o “novo normal”, crianças e adolescentes foram retirados das salas de aula para conter o avanço da doença devido à aglomeração — aqueles com alguma condição financeira puderam estudar em casa remotamente.

*Com informações do Correio Braziliense

América-RN e ABC empatam em primeiro confronto da decisão do Campeonato Potiguar

América-RN e ABC empatam na Arena das Dunas / Foto: Reprodução Alex Régis

Tudo igual na primeira partida da final do Campeonato Potiguar 2022. O ABC esteve duas vezes à frente no placar, com dois gols de Kelvin, mas cedeu a igualdade ao América-RN na Arena das Dunas. O Alvirrubro marcou com William Marcílio e Wallace Pernambucano. O empate 2 a 2 deixa tudo aberto para o segundo confronto da decisão, que será quarta-feira, às 20h30, no Estádio Frasqueirão.

Público e renda
21.595 pagantes

101 não pagantes

21.696 torcedores presentes

Renda: R$ 275.130

Mantida a invencibilidade
O ABC esteve perto de quebrar a invencibilidade do rival nos clássicos deste ano, mas ficou no “quase”. Em cinco confrontos, foram duas foram duas vitórias rubras (2 a 1 e 3 a 0) e três empates (1 a 1, 0 a 0 e 2 a 2).

Como ficam?
Nenhuma equipe tem vantagem na final. Na próxima quarta-feira, no Frasqueirão, o vencedor do jogo no tempo regulamentar leva o troféu. Se houver um novo empate, a decisão do título será nos pênaltis.

VAR
A atuação do árbitro Leonilson Fernandes Trigueiro Filho seguia tranquila até a marcação do pênalti a favor do América, em lance que Felipinho se enroscou com Rodrigo e acabou cometendo a falta. Houve a reclamação por parte dos jogadores do ABC, que esperavam que o árbitro fosse até a cabine do VAR para revisar o lance, o que acabou não acontecendo. O pênalti polêmico acabou convertido por Wallace Pernambucano e rendeu o empate ao América.

Primeiro tempo
Com cinco desfalques, o ABC adotou uma linha defensiva mais precavida, mas sofreu alguns sustos com os lançamentos nas costas da marcação. Por outro lado, contou com Fábio Lima mais livre para atacar e foi dele a jogada para o gol de Kelvin, aos 16 minutos. A dobradinha com Wallyson deu trabalho à zaga americana. Raphael, em chute de fora da área, parou no goleiro Bruno, outro personagem do domingo. O América chegaria ao empate aos 44 minutos. Araújo acertou a barreira em cobrança de falta, Luís Gustavo não cortou e William Marcílio mandou para as redes, explodindo a Arena. O torcedor rubro só não esperava o contragolpe do rival na saída de bola. Felipinho lançou de longe, Kelvin ganhou na velocidade e fuzilou para fazer o segundo dele.

Segundo tempo
Na segunda etapa, as duas equipes seguiram jogando abertas, buscando o gol, mas só o América encontrou. Rodrigo fez boa jogada pela direita e acabou derrubado por Felipinho na grande área. Apesar da reclamação por parte do ABC, o árbitro Leonilson Fernandes Trigueiro confirmou o pênalti e Wallace Pernambucano deixou tudo igual. O Alvinegro teve uma chance de ouro para a vitória, mas Wallyson desperdiçou – como não costuma acontecer. O camisa 11 recebeu livre na área, mas Bruno salvou. Nos acréscimos, no último lance, o América também teve uma boa oportunidade, mas Mayco Félix cabeceou para fora.

*Com informações do G1 RN