Dia: 12 de abril de 2022

Vereador Robério Paulino é pré-candidato ao Senado

O público de esquerda vota em Carlos Eduardo? Robério Paulino avalia

Será lançada nesta quarta-feira (13) no hotel Maine, nas dependências do restaurante Cuxá, no bairro de Lagoa Nova, a pré-candidatura ao Senado Federal do hoje Vereador Robério Paulino (PSOL-RN). As recentes pesquisas de intenção de voto mostram uma quadro favorável para que Robério Paulino obtenha sucesso em sua nova investida política, no caso, uma vaga para o Senado.

Tendo apoio de correligionários, Robério Paulino é a contraposição ao atual cenário de polarização entre extrema-direita e o “esquerdismo de ocasião” para chegar ao Parlamento de Brasília; ele, como exemplo de conteúdo programático, como proposta tende a lutar contra o atual quadro de fome e de miséria que voltou a assolar o povo brasileiro.

“Triste realidade vivida pelos trabalhadores desde o governo Temer passando o bastão da desgraça para o genocida Bolsonaro, com a perda de conquistas históricas, com salários rebaixados a níveis sub-humanos, com o desemprego crescendo fortemente. Temos 45 milhões de pessoas passando fome neste momento. Temos 92 milhões de desempregados e subempregados. Esses são elementos de barbárie na situação material dos trabalhadores”, protesta Robério Paulino.

Gabriel Monteiro: processo que pode cassar mandato começa nesta terça, 12

Vereador Gabriel Monteiro (PL)/ Foto: Reprodução Instagram

O Conselho de Ética da Câmara de Vereadores do Rio de Janeiro começa na prática nesta terça-feira, 12, o processo que poderá resultar na perda de mandato do vereador Gabriel Monteiro (PL). O colegiado vai escolher o relator da representação aberta contra o político. Ele foi denunciado por supostos assédio moral e sexual contra assessores e ex-funcionários, por manipulação de vídeos e por infração ao Estatuto da Criança e do Adolescente (ECA). Monteiro nega ter cometido crimes e atribuiu a acusações a adversários políticos, que estariam tentando destruí-lo.

Após escolha, o relator terá até cinco dias para citar Monteiro. Será o primeiro passo para que o ex-PM apresente, em até dez dias, sua defesa por escrito e provas para contestar a denúncia.

Após a tramitação no Conselho, o caso será levado ao plenário da Casa para votação. Monteiro precisa da maioria absoluta dos parlamentares para que o processo seja suspenso. Caso não atinja o número, terá o mandato cassado. A decisão deve ser tomada em até 90 dias.

A abertura do processo no Conselho de Ética foi decidida, por unanimidade na terça-feira, 5. Os parlamentares votaram a favor da representação após reunião com o procurador-geral de Justiça do Rio de Janeiro, Luciano Mattos, e com a delegada Gisele Espírito Santo, da Delegacia de Atendimento à Mulher de Jacarepaguá.

Três inquéritos contra Monteiro devem ajudar o conselho a decidir. Um deles investiga suposto assédio sexual do vereador contra uma ex-assessora. Outro apura por suposta violação de direitos de uma criança que aparece em um dos vídeos de “experimento social” protagonizados pelo político. O terceiro trata de vídeos vazados. Neles, o parlamentar aparece fazendo sexo com adolescentes.

O vereador Chico Alencar (PSOL), integrante do Conselho, já se posicionou favorável ao andamento do processo contra Monteiro. De acordo com ele, os indícios contra o vereador são graves.

“Tivemos uma reunião com o procurador-geral (de Justiça) do Estado e mais oito promotores de diferentes procuradorias do Ministério Público. O conjunto da obra é muito contundente. Eu já tenho a convicção da necessidade de abertura de um procedimento ético disciplinar. Há elementos”, contou.

Nas redes sociais, Gabriel Monteiro reitera sua inocência. Diz que o conselho irá absolvê-lo.

“O Conselho de Ética da Câmara não abriu processo contra mim! Vai pegar minhas provas que tantas reportagens quiserem esconder. Tentaram fazer covardia, mas Deus é maior. Agradeço!”, escreveu.

Compõem o Conselho de Ética e Decoro Parlamentar da Câmara do Rio os vereadores Alexandre Isquierdo (DEM), atual presidente do grupo, Rosa Fernandes (PSC), Chico Alencar (PSOL), Luiz Ramos Filho (PMN), Teresa Bergher (Cidadania), Zico (Republicanos) e Wellington Dias (PDT), como suplente.

*Com informações do Correio Braziliense

Prefeitura de Riachuelo distribuirá 300 cestas básicas na Semana Santa

Foto: Vanderlucio Varela

A Prefeitura de Riachuelo, em parceria com o Ministério da Cidadania do Governo Federal, iniciou a distribuição de 300 cestas básicas referente ao Programa Ação Brasil. Seguindo regras do Ministério da Cidadania, a distribuição será feita à famílias em estado de vulnerabilidade social, mães solteiras, família com crianças de até 3 anos, famílias acompanhas pelo CRAS e pelo Programa Criança Feliz.

A primeira entrega ocorreu na manhã desta segunda-feira, 11, na sede do CRAS e contou com a presença do prefeito Joca Basílio, da primeira-dama Leninha Teixeira e do secretário da Assistência Social Dr. Damião Neto. “Hoje é um dia de muita alegria, estamos iniciando a Semana Santa contemplando famílias em momento importante. O papel da Assistência Social fica mais evidente quando ações como esta se tornam possíveis. É gratificante para todos nós”, ressaltou o secretário Dr. Damião Neto.

A primeira-dama Leninha Teixeira também falou sobre a distribuição das cestas. Em sua fala, ela ressaltou a importância da ação. “Conseguimos essas 300 cestas para Riachuelo. É um número que atende as famílias em situação vulnerável. Fica aqui o agradecimento ao deputado estadual Gustavo Carvalho, que conseguiu esse benefício através do Ministério da Cidadania”, concluiu.

No ABC, Fernando Marchiori reforça necessidade de “frieza e equilíbrio” para buscar título

América-RN e ABC empataram por 2 a 2 no primeiro jogo da final — Foto: Rennê Carvalho/ABC

O ABC teve cinco desfalques no primeiro jogo da final do Campeonato Potiguar e conseguiu um empate por 2 a 2 com o América-RN. O resultado foi satisfatório para o técnico Fernando Marchiori, mas ele sabe que a vitória esteve mais próxima do lado alvinegro na Arena das Dunas. A melhor oportunidade para garantir o 3 a 2 foi desperdiçada por Wallyson, que parou no goleiro Bruno Pianissolla.

– Eles (América) tiveram uma ou outra situação, mas acredito que, no primeiro tempo, tivemos um controle total. Faltou tranquilidade, acho que numa penúltima e última bola em alguns momentos. Eles voltaram um pouco melhor (no segundo tempo), nós tivemos alguns contra-ataques também para podermos fazer e tivemos a oportunidade clara, mas acontece, né? Então, temos que ter essa frieza ali na definição final – falou em entrevista coletiva.

O comandante alvinegro parabenizou o grupo pela entrega e destacou que os jogadores, “verdadeiros guerreiros”, cumpriram taticamente o que foi pedido. O ABC teve uma formação mais precavida com três zagueiros – Richardson, Eduardo e Ícaro -, além dos volantes Raphael e Thallyson, que atuaram juntos como titulares pela primeira vez. Por outro lado, Fábio Lima e Kelvin, em tarde inspirada, tiveram liberdade para atacar e foram muito bem.

O segundo jogo da decisão será disputado no Frasqueirão, na quarta-feira, com torcida única do ABC. Marchiori reforça que esse fator que precisa ser aproveitado, mas preza por um equilíbrio nesta relação entre campo e arquibancada.

– Vamos ter o apoio da nossa torcida, vamos estar com o nosso caldeirão fervendo também, que isso é importante. Porém, no jogo, temos que ter equilíbrio, temos que ter cabeça fria. Eu falo sempre de coração quente, mas a cabeça gelada para que a gente possa entender o jogo e sermos precisos nos momentos adequados para que a gente possa sair com a vitória – comentou.

Sem muito tempo para treinar, Marchiori terá a volta do goleiro Pedro Paulo, do meia Erick Varão e do atacante Jefinho, que cumpriram suspensão no domingo. O meia Allan Dias, que se recupera de lesão no tornozelo esquerdo, ainda é dúvida, mas dificilmente vai para o clássico.

– Temos que errar menos e termos a competência de fazermos um jogo perfeito. Muitas vezes você pode não ter tecnicamente uma partida brilhante porque é um jogo muito aguerrido, de muito choque, porém frieza na hora da definição, você tem que ser preciso e letal porque pode se complicar – completou.

*Com informações do G1 RN

Câmara aprova PEC que flexibiliza gastos na educação em 2020 e 2021

Proposta segue para promulgação/ Foto: Reprodução Marcelo Casal Jr

A Câmara dos Deputados aprovou hoje (11) a Proposta de Emenda à Constituição (PEC) 13/2021. A proposta impede a punição a gestores municipais que não aplicaram os percentuais mínimos de gastos com educação em 2020 e 2021 devido à pandemia de covid-19. A proposta já havia passado pelo Senado e agora segue para promulgação.

A justificativa para aprovação da PEC é que a pandemia, que obrigou a suspensão de aulas e, ao mesmo tempo, o redirecionamento de verbas para a área da saúde, impediu prefeitos de investirem em educação uma porcentagem mínima prevista em lei. Por conta da suspensão de aulas presenciais, gastos com transporte escolar e merenda não foram necessários.

Partidos de oposição se mostraram contrários à proposta. Para Glauber Braga (PSOL-RJ), um recuo no piso constitucional, mesmo justificado pela pandemia, pode abrir uma brecha para novos recuos e consequente redução de investimento na educação.

Já Tiago Mitraud (Novo-MG) defendeu a PEC. Ele acredita que os congressistas não podem definir como os gestores que estão na ponta, nos estados e municípios, devem direcionar os investimentos porque, segundo ele, esses gestores conhecem melhor a realidade e as necessidades da população.

A Constituição determina que a União aplique em educação pelo menos 18% e estados e municípios pelo menos 25% do total de receitas vindas de impostos. Se a PEC não tivesse sido aprovada no Congresso, os gestores que não aplicaram o mínimo previsto poderiam sofrer penalidades cíveis ou criminais, além de sanções administrativas. Segundo levantamento da Consultoria do Senado, apenas 280 municípios não cumpriram com a destinação mínima, o que representa 5% do total de municípios do país.

*Com informações da Agência Brasil

MDB potiguar vai a Brasília tratar de aliança com Lula

Eunício Oliveira reuniu, em Brasília, parlamentares e ex-parlamentares do MDB com Lula/ Foto: Reprodução

O MDB do Rio Grande do Norte participou do jantar com o ex-presidente Lula na residência do senador cearense Eunício Oliveira, no Lago Sul em Brasília, onde tratariam, na noite de ontem, do apoio à pré-candidatura do petista ao Palácio do Planalto nas eleições de outubro.

No jantar, com alguns senadores do MDB e outras lideranças políticas, esteve o presidente estadual do partido, deputado federal Walter Alves, que é cotado para ser o companheiro de chapa da governadora Fátima Bezerra (PT) dentro do acordo politico que está sendo costurado para ampliar os apoios políticos a Lula na região Nordeste.

Também participou da reunião o ex-governador e ex-senador Garibaldi Filho, que na primeira semana de outubro de 2021 chegou a ser convidado a participar de outro encontro com Lula liderado por Eunício Oliveira, ao qual o político potiguar não pode comparecer.

Presidente do MDB-CE, Eunício Oliveira diz que “há uma tendência natural” de apoio a Lula, vez que o partido não pode passar pelo vexame de ir “mais uma vez para um suicídio político”.

Eunício Oliveira refere-se a campanha presidencial de 2018, quando o então ex-ministro da Fazenda, Henrique Meirelles, concorreu a presidente pelo partido e teve pouco mais de 1,0% dos votos, “quando nós sabíamos que ele não tinha a menor condição eleitoral”.

Oliveira teme que mesma coisa ocorra com a senadora Simone Tebet (MDB-MT), embora não questione a sua capacidade política: “Eu, como incentivador das mulheres na política, gostaria muito que ela tivesse viabilidade política-eleitoral”.

Na campanha de 2018, Oliveira disse que “encurtamos a bancada em quase 50% com uma candidatura que nasceu já natimorta [a de Meirelles em 2018]. Apareceu e terminou com 1,2% no final das eleições”.

A maioria dos presentes ao encontro era composta por parlamentares e ex-parlamentares do MDB – partido que já lançou a pré-candidatura da senadora Simone Tebet (MDB-MS) ao Palácio do Planalto.

Entre os presentes, estavam os senadores Renan Calheiros (MDB-AL), Paulo Paim (PT-RS), Randolfe Rodrigues (Rede-AP), Veneziano Vital do Rêgo (MDB-PB), Rogério Carvalho (PT-SE), Fabiano Contarato (PT-ES), Marcelo Castro (MDB-PI), Humberto Costa (PT-PE), Rose de Freitas (MDB-ES), Omar Aziz (PSD-AM), Jean Paul Prates (PT-RN).

O portal G1 informou que também compareceram os ex-governadores Renan Filho (MDB-AL) e Wellington Dias (PT-PI); a deputada Gleisi Hoffmann (PT-PR), presidente nacional do PT; o ex-senador Garibaldi Filho (MDB-RN); e o ex-ministro do Meio Ambiente Sarney Filho.

*Com informações da Tribuna do Norte

Dólar cai pela segunda vez seguida e volta a ficar abaixo de R$ 4,70

Bolsa caiu 1,16%, influenciada por mercado externo/ Foto: Reprodução Walter Campanato

Após momentos de tensão na semana passada, o dólar caiu pela segunda vez consecutiva e voltou a ficar abaixo de R$ 4,70. Influenciada pelo nervosismo no mercado internacional, a bolsa de valores caiu mais de 1% e encerrou no menor nível em três semanas.

O dólar comercial encerrou esta segunda-feira (11) vendido a R$ 4,69, com recuo de R$ 0,018 (-0,35%). A cotação operou em alta durante a maior parte do dia, chegando a R$ 4,74 na máxima da sessão, por volta das 9h20. No meio da tarde, no entanto, a moeda inverteu a tendência e passou a operar em queda.

Com o desempenho de hoje, o dólar acumula queda de 1,49% em abril. Em 2022, o recuo chega a 15,89%. O mercado de ações teve um dia mais tenso. O índice Ibovespa, da B3, fechou a segunda-feira aos 116.953 pontos, com queda de 1,16%. O indicador acompanhou a queda das bolsas norte-americanas, pressionadas pela inflação, em alta tanto no Brasil como nos Estados Unidos.

Amanhã (12), sai o índice de inflação ao consumidor nos Estados Unidos em março. Atualmente no maior nível em 40 anos, parte dos investidores teme que o Federal Reserve (Fed, Banco Central norte-americano) aumente ainda mais os juros, além das três altas de 0,5 ponto percentual previstas para este ano. Taxas mais altas em economias avançadas estimulam a fuga de capitais de países emergentes, como o Brasil.

No plano interno, a declaração do presidente do Banco Central, Roberto Campos Neto, de que a inflação de março foi “uma surpresa” pressionou os investidores. Caso o BC aumente a taxa Selic (juros básicos da economia) mais que o previsto, o dólar pode se manter sob controle, mas os juros altos estimulam a migração de investimentos da bolsa para aplicações menos arriscadas, como a renda fixa.

* Com informações da Reuters

Anderson Daronco é confirmado para apitar final do Campeonato Potiguar

Anderson Daronco será o árbitro da partida entre ABC e América pela final do Campeonato Potiguar – Foto: José Aldenir / Agora RN

Um comunicado da Federação Norte Riograndense de Futebol confirmou, nesta segunda-feira (11), que Anderson Daronco, árbitro da Fifa, é o escalado para apitar o jogo da final entre ABC e América, que acontece nesta quarta-feira 13 no Frasqueirão, estádio abcedista, em Ponta Negra, na Zona Sul de Natal.

Os assistentes Rafael da Silva Alves (Fifa/RS) e Marcelo Van Gasse (Fifa/RJ) e o 4º árbitro Wagner Nascimento Magalhães (Fifa/RJ) completam a equipe de campo. Wagner Reway (Fifa VAR/PB) é o árbitro de vídeo escalado para a final. Antonio Adriano de Oliveira (CBF/MA) e pelo observador Ítalo Medeiros de Azevedo (CBF/RN) completam o time de arbitragem.

A partida é a segunda da final entre os clubes vencedores de primeiro e segundo turnos do Campeonato Potiguar. A primeira partida aconteceu neste domingo 10, na Arena das Dunas. América e ABC empataram em 2 a 2.

RN inicia campanha de vacinação contra gripe e sarampo com crianças de até 5 anos

Vacina contra o sarampo — Foto: Allan Carvalho/PMF

A Secretaria de Estado da Saúde Pública do RN (Sesap) antecipou o o calendário de vacinação e iniciou nesta segunda-feira (11), a imunização de crianças contra gripe e sarampo. Podem se vacinar crianças a partir de 6 meses a menores de 5 anos de idade (até 4 anos, 11 meses e 29 dias).

A decisão foi tomada pela Câmara Técnica da Vacina da Sesap em consenso com o Conselho de Secretarias Municipais de Saúde do RN (COSEMS/RN). Com a antecipação, as secretarias municipais de saúde devem, então, informar os pontos de vacinação nos serviços de saúde para a população de cada cidade.

A campanha nacional de vacinação contra a gripe e sarampo foi iniciada no último dia 4 de abril, tendo como grupos prioritários os idosos e profissionais de saúde para a primeira etapa, que seguirá até o próximo dia 30, quando se realiza o dia “D” de mobilização.

Para acrescentar as crianças até 5 anos na campanha de vacinação, a Sesap considerou que a vacina Tríplice Viral enviada pelo Ministério da Saúde para a campanha de sarampo está com vencimento para 30 de abril de 2022, “o que poderá causar sérios prejuízos onerários”.

Forças Armadas: 35 mil comprimidos de Viagra tiveram compra aprovada

Comprimidos de Viagra Thinkstock/VEJA/VEJA

As Forças Armadas aprovaram pregões para a compra de 35.320 comprimidos de um medicamento usado, normalmente, para tratamento de disfunção erétil, conhecido como Viagra. Os dados estão disponíveis no Portal da Transparência e no painel de preços do governo federal e foram compilados pelo deputado Elias Vaz (PSB-GO).

O parlamentar solicitou ao Ministério da Defesa explicação sobre os pregões. “No início do mês tivemos um reajuste alto no preço dos remédios, os hospitais sofrem com a falta de medicamentos e Bolsonaro e sua turma usam dinheiro público para comprar o ‘azulzinho’. É um tapa na cara dos brasileiros”, disse pelo Twitter.

De acordo com o levantamento, foram oito processos de compra aprovados desde 2020 por unidades de compra da Marinha, Aeronáutica e Exército. O medicamento aparece com o nome Sildenafila, nas dosagens de 25 mg e 50 mg, nomenclatura genérica para o Viagra.

A maior parte dos comprimidos, 28.320 comprimidos, são destinados a Marinha. Outros cinco 5 mil comprimidos foram aprovados para Exército e outros 2 mil, para Aeronáutica. O remédio também é usado no tratamento da hipertensão arterial pulmonar.

Na semana passada, um outro levantamento feito pelo deputado Elias Vaz mostrou que as Forças Armadas consumiram, no período entre fevereiro de 2021 e fevereiro de 2022, na gestão do ex-ministro da Defesa, Walter Braga Netto, apenas em filé mignon, 557,8 mil quilos, para atender aos comandos da Marinha, da Aeronáutica e do Exército.

O Correio entrou em contato com o Ministério da Defesa para entender detalhes da compra. Segundo a comunicação da pasta, os medicamentos tratam Hipertensão Arterial Pulmonar (HAP). Leia a nota na íntegra:

“Os processos licitatórios realizados pela Marinha do Brasil para aquisição de sildenafila de 25 e 50mg visam o tratamento de pacientes com Hipertensão Arterial Pulmonar (HAP), uma síndrome clínica e hemodinâmica que resulta no aumento da resistência vascular na pequena circulação, elevando os níveis de pressão na circulação pulmonar. Pode ocorrer associada a uma variedade de condições clínicas subjacentes ou a uma doença que afete exclusivamente a circulação pulmonar. Trata-se de doença grave e progressiva que pode levar à morte. A associação de fármacos para a HAP vem sendo pesquisada desde a década de 90, estando ratificado, conforme as últimas diretrizes mundiais (2019), o uso da sildenafila, bem como da tadalafila, com resultados de melhora clínica e funcional do paciente.”

*Com informações do Correio Braziliense