Dia: 25 de maio de 2022

Assú e bairros de Mossoró terão abastecimento de água suspenso para serviço em adutora

Torneira sem água — Foto: Pedro França/Agência Senado

O município de Assú e alguns bairros de Mossoró terão o abastecimento de água suspenso por conta de uma serviço em uma adutora que acontece entre quarta (25), a partir das 8h, e sexta-feira (27), até 22h.

De acordo com a Companhia de Águas e Esgotos do Rio Grande do Norte (Caern), será feita uma instalação de novos conjuntos motobombas na Adutora Jerônimo Rosado, para a cidade de Mossoró, e uma manutenção de equipamentos e substituição de bomba para o sistema de abastecimento de Assú.

Após a conclusão do serviço, na sexta, o sistema das duas cidades será religado. A Caern informou que, após religar o sistema, são necessárias 72 horas para normalização do abastecimento nas cidades afetadas.

Em Mossoró, os bairros que sofrerão com a parada do abastecimento são: Centro, Alto Sumaré, Nova Vida, Liberdade 1 e 2, Santa Delmira e Abolições III e IV. Outras regiões da cidade, como parte do Alto de São Manoel, parte da Ilha de Santa Luzia e região do Bom Jardim/Paredões também sentirão redução.

Mega-Sena sorteia nesta quarta-feira prêmio acumulado em R$ 65 milhões

Bilhetes de aposta da mega-sena./ Foto: Reprodução Tânia Rego/ Agência Brasil

As seis dezenas do concurso 2.484 serão sorteadas, a partir das 20h (horário de Brasília), no Espaço da Sorte, localizado na Avenida Paulista, nº 750, na cidade de São Paulo. O sorteio terá transmissão ao vivo pelas redes sociais das Loterias Caixa, no Facebook e YouTube.

As apostas podem ser feitas até as 19h (horário de Brasília), nas casas lotéricas credenciadas pela Caixa, em todo o país todo o país ou pela internet. A aposta simples, com seis dezenas marcadas, custa R$ 4,50.

De acordo com a Caixa. caso apenas um apostador ganhe o prêmio da faixa principal e aplique todo o valor na poupança, receberá R$ 409,9 mil de rendimento no primeiro mês.

PSB aguarda decisão do PT sobre indicação de Rafael Motta ao Senado

Rafael: “PSB vai acompanhar a governadora, o presidente Lula e Alckmin”. Foto: Reprodução

“Rafael reúne todas as condições, o Rio Grande do Norte está acostumado a vê-lo com Fátima Bezerra, eles defendem as mesmas bandeiras e o voto no presidente Lula. É uma chapa mais leve e com melhores condições de vitória”, afirmou o secretário de Articulação e Mobilização Política do PSB-RN, Manassés Torres Duarte. Ele explicou que o pedido do PSB ao PT, sobre a indicação do nome do presidente do PSB potiguar, deputado federal Rafael Motta, para compor a chapa majoritária de Fátima Bezerra (PT) na condição de pré-candidato ao Senado, deve ser decidido no próximo fim de semana.

“O nosso pedido deve ser deliberado no encontro tático que o PT marcou para o próximo domingo. O diretório estadual vem realizando, desde agosto de 2021, conversas com lideranças e membros do PT no Estado, para viabilizar o nome de Rafael Motta a senador da República na chapa governista. Acho que ele foi muito bem nas pesquisas. Os outros são candidatos há muito tempo. Ele, em pouquíssimo tempo, já mostrava sua capacidade de crescimento e aceitação”, disse Manassés, em entrevista exclusiva ao AGORA RN, nesta terça-feira 24.

A indicação oficial de Rafael para a vaga aconteceu nesta segunda-feira 23. Na semana passada, em sua estreia nas pesquisas eleitorais de intenção de votos, Rafael Motta surgiu em terceira colocação para o Senado, com 9,65%, pelo Instituto Exatus Consultoria e Pesquisas, em parceria com o jornal AGORA RN, divulgado no último dia 19. Ele ficou atrás apenas de Carlos Eduardo Alves (PDT), com 29,7% e de Rogério Marinho, de 15,2%.

Pioneiro

Como já adiantou o AGORA RN, caso o fato se concretize, a base liderada pela governadora terá um fato inédito: dois senadores no mesmo apoio e disputando a mesma vaga no Congresso Nacional: Carlos Eduardo e Rafael Motta ficariam na chapa de Fátima Bezerra. Uma brecha jurídica para o desmembramento de coligações estaduais para a disputa ao Senado virou mais um componente na costura nos palanques pelo país.

Uma consulta ao Tribunal Superior Eleitoral (TSE), feita pelo União Brasil, avalia a possibilidade de partidos lançarem mais de uma candidatura ao Senado, na mesma chapa para o governo estadual. O caso, sob relatoria do ministro Ricardo Lewandowski, ainda será analisado. A decisão pode impactar a formação de palanques em Estados, como Rio de Janeiro, Minas Gerais, Goiás, Pará, Roraima e Mato Grosso.

Rafael Motta aproveitou essa tese e correu para viabilizar seu nome ao Senado, com o apoio do PSB nacional. Ele já garantiu que seu voto a Fátima Bezerra é irrevogável e o tempo de televisão será direcionado ao PT. “O PSB vai acompanhar a governadora e o presidente Lula, estamos formando chapa com Geraldo Alckmin. Não há, no RN, quem tire o voto de Rafael e do PSB à Fátima e Lula”, finalizou.

*Com informações do Agora RN

Caixa paga Auxílio Brasil para beneficiários com NIS final 6

Programa Auxílio Brasil/ Foto: Marcelo Casal Jr/ Agência Brasil

A Caixa Econômica Federal paga nesta quarta-feira (25) a parcela de maio do Auxílio Brasil aos beneficiários com Número de Inscrição Social (NIS) de final 6. O valor mínimo do benefício é R$ 400. As datas seguem o modelo do Bolsa Família, que pagava nos dez últimos dias úteis do mês.

O beneficiário poderá consultar informações sobre datas de pagamento, valor do benefício e composição das parcelas em dois aplicativos: Auxílio Brasil, desenvolvido para o programa social, e Caixa Tem, usado para acompanhar as contas poupança digitais do banco.

Atualmente, 17,5 milhões de famílias são atendidas pelo programa. No início do ano, 3 milhões foram incluídas.

Dengue é a segunda maior causa de solicitação de leitos no Estado

Casos suspeitos da doença cresceram 1.538% até 14 de maio, em relação ao mesmo período do ano passado/ Foto: Alex Régis

A Secretaria Estadual de Saúde Pública (Sesap) registrou, entre o dia 01 até o dia 23 de maio, 145 pedidos para internação em leitos clínicos e de UTI em decorrência da dengue. Os pedidos englobam tanto a dengue clássica (109) quanto a febre hemorrágica causada pelo vírus da dengue (36). A dengue foi a segunda doença que mais gerou solicitações de leitos no Estado.

A Sesap diz que os dados acendem um alerta, já que significam que a procura por consultas em Unidades de Pronto-Atendimento (UPA) é ainda maior. Como outras pessoas dão entrada em uma UPA com dengue leve, fazem o tratamento ambulatorial apenas em casa. Ou seja, as quase 150 internações são apenas daqueles que procuraram atendimento e foram internados.

No último Boletim Epidemiológico das Arboviroses, que calcula os dados até 14 de maio, o Rio Grande do Norte registrou um aumento de 1.538% nos casos suspeitos da doença. Foram 14.860 em 2022, enquanto no ano passado foram apenas 907 suspeitas. Apesar disso, o RN registra uma leve queda nas últimas três semanas. Na semana 17 a Sesap registrou 2.522 pessoas em início de sintomas, número que passou para 2.245 na semana 18. Agora, na semana 19 (entre 7 e 14 de maio), está em 1.874.

A faixa etária com mais casos suspeitos é a de pessoas entre 20 e 34 anos. No momento, o Estado possui 3.946 neste patamar, um crescimento de 1.164% em relação ao ano passado, quando foram 312 suspeitos.

Entre os casos confirmados da doença, o alerta permanece, com um aumento de 495%. O Rio Grande do Norte possuía em 2021, 407 pessoas com a dengue simples. Hoje, são 2423. O boletim traz ainda dados que classifica como “dengue com sinais de alarme” e “dengue grave”, em menor número. Os casos graves cresceram 175%, passando de 4 para 11 registros.

Uma preocupação, para a Sesap, é a falta de insumos. De acordo com a coordenadora de Vigilância da Saúde, Kelly Lima, algumas cidades não têm sequer dipirona. “Esse impacto não pode chegar de forma latente à rede de atenção à saúde, exatamente porque não existe preparação por parte de todos os municípios”, admite. “Então nós não temos em todos os territórios do estado, unidades hospitalares de pronto atendimento que consigam dar vazão a essa demanda”, continua.

Segundo Letícia Duarte, os leitos derivados do período crítico da Covid-19 estão sendo utilizados agora também para a dengue. “Esses leitos não desapareceram, estão nas nossas unidades. A gente só remaneja de acordo com a necessidade. Nesse momento, a gente tem uma necessidade de serem leitos clínicos não só para a dengue, mas para qualquer outra doença em que o paciente precise adentrar um leito clínico”, afirma. “A rede hospitalar do estado felizmente foi fortalecida de forma regionalizada por causa da Covid”, lembra Kelly.

Existem quatro tipos de dengue, sendo o tipo dois o mais perigoso. É esse também o que causa o maior número de internações, segundo Kelly Lima. “Os sintomas são um pouco mais potencializados na fase aguda da doença, então as manchas são mais escurecidas, são bem vermelhas. A febre tende a ser mais aumentada, e é o sorotipo que mais está circulando aqui no nosso Estado”, comenta. Lima diz que, por esses motivos, é preciso manter os cuidados contra o mosquito Aedes aegypti já que, como os sintomas tendem a ser “mais severos, pode haver um agravamento e possivelmente a internação dessas pessoas”.

Na relação de sorotipos circulando pelas cidades potiguares, apenas 30 municípios têm dados registrados. Destes, 27 aparecem com o sorotipo 2, um com o sorotipo 1, e duas cidades possuem tanto o sorotipo 1 quanto o 2. O restante não tem informações.

Em primeiro lugar entre as internações no período, isolada, está a pneumonia, com 551 pedidos de internação. Mas, para Letícia Duarte, subcoordenadora de Regulação de Acesso da Sesap, essa posição não surpreende: “nesse período do ano as doenças do trato respiratório dão um salto”. O infarto agudo do miocárdio aparece com 116 solicitações de leito, teoricamente em segundo. Mas a Sesap considera a dengue clássica e a febre hemorrágica como uma só, levando a doença para a vice-colocação.

*Com informações da Tribuna do Norte

‘Que ele tenha o direito de defesa que eu não tive’, diz Lula sobre Moro

Ex-presidente Lula (PT)/ Foto: Fernando Frazão/Agência Brasil

O ex-presidente Lula (PT) comentou nesta terça-feira (24) a notícia de que Sergio Moro (União Brasil) virou réu em ação que pede indenização aos cofres públicos por prejuízos causados ao país pela atuação do ex-juiz na Lava Jato.

“Espero que se ele tiver que ser julgado, que ele tenha direito à toda defesa, que a imprensa possa ser honesta ao divulgar as coisas contra ou a favor a ele, e não com a parcialidade que transmitiram coisas contra mim”, disse Lula em entrevista à rádio +Brasil News.

Na última segunda, o juiz Charles Renaud Frazão de Morais, da 2ª Vara Federal Cível da Justiça Federal do DF, recebeu a ação popular apresentada no fim de abril por deputados federais do PT contra Sergio Moro, que agora virou réu. Os petistas cobraram ressarcimento ao erário “em decorrência da sua atuação nos processos criminais” referentes à operação, na Justiça Federal do Paraná.

“O Moro cometeu um crime contra esse país (…) Foram praticamente 170 bilhões de reais que deixaram de ser investidos. Foram 4,5 milhões de pessoas que perderam seus empregos. Foi a destruição da indústria de óleo e gás, naval, da engenharia civil brasileira”, disse Lula na manhã desta terça.

“Era desnecessário, porque se você queria apurar corrupção, não precisa mandar os trabalhadores embora, não precisa prejudicar a empresa. Você prende quem praticou o crime”, declarou.

A ação contra Moro não afirma diretamente quanto o ex-juiz teria de devolver aos cofres públicos, informando que os valores devem ser apurados posteriormente, mas cita estudo do Instituto de Estudos Estratégicos de Petróleo, Gás Natural e Biocombustíveis que aponta prejuízo de 142 bilhões de reais à economia do país em decorrência dos desdobramentos da operação.

A decisão de agora da Justiça Federal é mais um revés para os chefes da Lava Jato — em março, o STJ acolheu parcialmente argumentos da defesa de Lula e fixou indenização por danos morais de 75 mil reais contra Deltan Dallagnol no âmbito do processo do PowerPoint sobre o petista. O ex-procurador chegou a receber mais de 500 mil reais em doações para pagar a ação.

Na última semana, os advogados do ex-presidente protocolaram embargos de declaração na Corte para aumentar o valor da indenização alegando a “extensão da ilegalidade perpetrada por Deltan e seus efeitos” e a “vasta e pública capacidade financeira” do ex-procurador.

*Com informações da Veja

RN registra chuvas com mais de 120 milímetros

Foto: Divulgação

As chuvas que caíram no Rio Grande do Norte entre a manhã da última terça-feira (24) e às 7h desta quarta-feira (25) chegaram a acumular mais de 120 milímetros de água em Mossoró, no Oeste potiguar, e Afonso Bezerra, na região Central. Pelo menos seis cidades potiguares registraram precipitações com mais de 100 milímetros.

Em Natal e outras cidades do Litoral, ocorreu uma série de raios, com “intensidade nunca antes vista para a região”, segundo as palavras de Gilmar Bristot, chefe do setor de Meteorologia da Empresa de Pesquisas Agropecuárias do RN (Emparn).

A Emparn registrou os maiores volumes de água em Mossoró, no Oeste potiguar, onde os aparelhos registraram 127,5 mm de água. A cidade foi seguida por Afonso Bezerra (124,6 mm) e Angicos (115 mm), ambas na região Central, e Ielmo Marinho (104 mm), no Agreste. Também houve chuvas acima de 100 mm em Ipanguaçu (102 mm) e Carnaubais (101,6 mm), no Oeste.

Estado cancela pagamento de diária a Fátima Bezerra para casamento de Lula

Fátima Bezerra posa com os noivos, em festa que reuniu artistas e políticos. Foto: Arquivo Pessoal

Diante da polêmica em torno do recebimento de diárias pagas pelo governo do Rio Grande do Norte para permanecer entre os dias 17 e 19 de maio em São Paulo, para agenda administrativa – quando participou do casamento do pré-candidato à Presidência da República Lula (PT), a governadora Fátima Bezerra (PT) não receberá mais a verba indenizatória. O pagamento do recurso foi negado pelo secretário-chefe da Casa Civil, Raimundo Alves, que não autorizou a liberação do valor, nesta terça-feira 24.

Fátima Bezerra solicitou o recebimento de R$ 1.643,61, a título de diárias, para se deslocar ao estado de São Paulo entre os dias mencionados, para cumprimento de agenda oficial e do casamento de Lula, celebrado no último dia 18 de maio. Via de regra, diária só pode ser paga a servidor público e caso de deslocamento oficial, a serviço da gestão em questão, jamais para lazer ou evento social. No Rio Grande do Norte, um decreto assinado por Fátima em janeiro de 2020 regulamentou a norma.

O secretário estadual de Comunicação do Estado, Daniel Cabral, enfatizou que o recurso havia sido solicitado para cumprimento de agenda administrativa oficial em São Paulo, onde teria reunião agendada com o presidente da Federação das Indústrias do Estado de São Paulo (Fiesp), Josué Gomes. Na ocasião, a gestora falou sobre o “RN Investe” para apresentar as potencialidades do Estado ao empresariado e atrair mais investimentos e entregou a medalha do Mérito Potiguar do Desenvolvimento Econômico, prêmio que destaca personalidades no âmbito do desenvolvimento econômico.

Cabral explicou que, após o cumprimento da agenda oficial, a gestora ficou livre para fazer outras atividades, incluindo lazer e evento social, como ocorreu, ao ir ao casamento de Lula e da socióloga Rosangela Silva, a Janja. “O que a governadora faz depois das agendas oficiais não é ilegal, todas as vezes que ela vai a SP, ela visita Lula. O que ela faz depois da agenda administrativa, é da vida normal de uma pessoa qualquer. Tanto ela, como qualquer servidor, tem vida após o expediente”, comentou, em resposta à 98 FM.

A polêmica em torno das diárias foi ampliada pelo fato do Portal da Transparência do governo, onde constavam os valores dos custos e pagamentos a serem feitos pela viagem, ter saído do ar e, ao retornar, já não constavam mais os valores das diárias que seriam pagas à Fátima Bezerra entre os dias que envolvem o casamento do pré-candidato Lula. Em função do desgaste e para eliminar a possibilidade de mau uso de recursos públicos, o pagamento foi negado pela Casa Civil.

*Com informações do Agora RN

Espetáculo sensorial apresenta os “Retratos do Nordeste” no palco do Riachuelo

Foto: Divulgação

O melhor da música e da literatura nordestinas sobem ao palco do Teatro Riachuelo, no dia 3 de junho, em Natal, para uma experiência sensorial que vai fazer o público redescobrir os “Retratos do Nordeste”.

O espetáculo joga lupas sobre obras de grandes autores da região e transforma escritos de Rachel de Queiroz, Patativa do Assaré, Graciliano Ramos e Ariano Suassuna, dentre outros, em música, teatro e dança, com efeitos visuais e mais de 300 jovens em cena.

“Retratos do Nordeste” corresponde a 15ª edição do Fest Show, projeto do Complexo Educacional Contemporâneo voltado para o estudo das artes e das identidades nacional e regional. A direção artística é de Amaury Júnior e a direção geral, de Marianny Andrade Arcanjo.

“O aprofundamento de estudos sobre o Nordeste tem sido uma constante no Contemporâneo. Temos estimulado esse processo de autovalorização e de pertencimento e agora vamos dividi-lo com a cidade, para que se possa compreender melhor o nosso lugar de fala e o quanto a sua preservação depende de nós”, comenta Marianny.

Dentre os nordestinos que emprestam obras literárias para o espetáculo, há três potiguares: Nei Leandro de Castro (As pelejas de Ojuara), Antônio Francisco (Os animais têm razão) e Câmara Cascudo (A princesa Bambuluá). Ao todo, dez autores terão textos comtemplados.

Os ingressos de “Retratos do Nordeste” já estão à venda na bilheteria do Teatro Riachuelo e no Contemporâneo. O espetáculo tem início às 19h e conta com 150 minutos de duração, dedicados ao melhor da região e às suas mais genuínas manifestações artísticas.

Prefeitura de Parnamirim conscientiza população sobre segurança no trânsito

Com o objetivo de conscientizar a população sobre a importância de combater o alto índice de mortes e feridos no trânsito, a Prefeitura de Parnamirim realizou nesta terça-feira (24) mais uma blitz alusiva à Campanha Nacional Maio Amarelo.

A programação, ocorrida na Avenida Sargento Norberto Marques, no Centro, foi promovida através da Secretaria de Segurança, Defesa Civil e Mobilidade Urbana (SESDEM), em parceria com o Primeiro Ofício de Notas e a Secretaria de Assistência Social (SEMAS).

Na ocasião, houve orientações, entrega de folders educativos e de flanela da Campanha para motoristas e pedestres sobre a segurança no trânsito.