Edital de Economia Criativa destina R$ 1 milhão para projetos culturais no RN; veja como concorrer

Edital de Economia Criativa destina R$ 1 milhão para projetos culturais no RN — Foto: Moraes Neto

Estão abertas as inscrições para o Edital de Economia Criativa 2022 do Sebrae RN. Serão investidos R$ 1 milhão para apoiar a execução de projetos culturais e de artesanato inéditos ainda este ano. As inscrições vão até o dia 3 de junho, e podem ser feitas exclusivamente pela internet.

A novidade desta oitava edição é o número de categorias que foi ampliado de sete para dez. Serão selecionados até 100 projetos culturais que podem ser inscritos nas seguintes categorias: Artesanato, Artes Cênicas, Artes Visuais, Audiovisual, Bandas Filarmônicas, Dança, Literatura, Música, Patrimônio Material e Patrimônio Imaterial.

Cada uma das 100 iniciativas selecionadas no edital, que podem ser produtos, serviços ou eventos presenciais, online ou híbridos, vai receber um montante de até R$ 10 mil. De acordo com o Sebrae, esse recurso deverá ser utilizado para quitar os custos da execução do projeto selecionado.

O objetivo do Edital de Economia Criativa do Sebrae 2022 é democratizar o acesso a serviços com ênfase no empreendedorismo e na promoção de bens tangíveis e intangíveis, resultantes de uma atividade criativa com valor econômico reconhecido, fomentando a indústria da economia criativa no Rio Grande do Norte.

Quem pode participar?
Podem participar da chamada pública pessoas jurídicas formalizadas no estado nas categorias de Microempreendedor Individual (MEI), Microempresa (ME) e Empresa de Pequeno Porte (EPP). A empresa também deverá portar o código de Classificação Nacional de Atividades Econômicas (CNAE) compatível com as atividades da economia criativa em alguma modalidade dos segmentos de produção cultural para o projeto proposto.

No caso da categoria artesanato, os artesãos terão de estar vinculados ao Programa do Artesanato Brasileiro (PAB), com a carteira vigente emitida pelo programa. Os projetos devem ser implementados até o dia 30 de novembro deste ano.

“Os negócios culturais movimentam recursos, geram empregos e possibilitam o descobrimento de novos talentos no Rio Grande do Norte. Em todo o mundo, a economia criativa só cresce e milhares de micro e pequenas empresas estão inseridas dentro dessa cadeia produtiva, criando conteúdos críticos, reflexivos e que emocionam. Com esse edital, somamos 3,7 milhões aplicados em favor da cultura potiguar”, destaca o presidente do Conselho Deliberativo Estadual (CDE) do Sebrae, Itamar Manso Maciel.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.