Deputado quer cassar posse e porte de arma de ex-ministro após disparo

Foto: Fábio Rodrigues

O deputado Alencar Santana (PT-SP) quer cassar o direito de posse e porte de arma de Milton Ribeiro, após o episódio de ontem no aeroporto de Brasília, quando o ministro da Educação fez um disparo acidental e que acabou atingindo uma funcionária da GOL. Com informações do Metrópoles.

O parlamentar acionará o Ministério da Justiça, para pedir que seja suspenso o direito de Ribeiro circular com uma arma.

“O que leva um ex-ministro da Educação, um pastor, andar armado por aí.?! Não faz nenhum sentido. Qual a necessidade? Quem precisa de autorização para uso de arma é o profissional que trabalha com ela de fato. Não essa política desenfreada do Bolsonaro, de apologia ao uso da arma” – disse Alencar Santana.

“O ex-ministro, numa viagem, foi manusear sem perícia e fez um disparo, com os estilhaços atingindo uma pessoa que estava ali trabalhando. Não podemos aceitar que uma pessoa sem preparo algum continue portando uma arma” – completou o deputado.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.