Dia: 20 de novembro de 2022

Último dia do Enem 2022 tem prova equilibrada e fala sobre pandemia

O segundo e último dia de prova do Exame Nacional do Ensino Médio (Enem) de 2022 trouxe um equilíbrio entre questões conceituais e cálculos matemáticos, além de abordar a pandemia de covid-19 sob vários aspectos, como era esperado por especialistas. Neste domingo, os candidatos precisaram responder a 90 questões de Matemática e Ciências da Natureza.

De acordo com a assessora de Biologia do Sistema Positivo de Ensino, Samantha Fechio, das 15 questões de Física, quase metade eram relacionadas a conceitos, sem envolver cálculos. Em Química a proporção foi menor. Das 15 questões, 11 eram conceituais. A prova de Matemática foi a que exigiu o maior número de cálculos, em cerca de 35 das 45 questões. As outras dez precisavam de análise e interpretação de gráficos e imagens. “A prova de Ciências da Natureza foi bem contextualizada, com várias situações usuais do dia a dia, de maneira que o aluno pudesse relacionar seus conhecimentos e os conceitos estudados a essas realidades”, detalha.

Pandemia marca presença

O coronavírus e a pandemia de covid-19 estiveram presentes em várias das questões encontradas neste segundo dia de Enem 2022. Na prova de Química uma das perguntas falava sobre o uso do ozônio como possibilidade para esterilização de ambientes contra o coronavírus e as consequências disso. Em Biologia, os candidatos encontraram questões sobre o vírus, que apareceu tanto como agente causador de doenças quanto como um elemento importante sob o ponto de vista da biotecnologia. “Os exames de PCR, tão comuns durante a pandemia, também apareceram em uma das questões a respeito de como os resultados desse tipo de teste são analisados tecnicamente para determinar se uma pessoa está ou não infectada”, afirma a especialista. Por fim, em Matemática, uma equação de segundo grau foi usada como referência para identificar o índice de lotação dos hospitais e, assim, determinar a necessidade ou não de intensificar propagandas das formas de prevenção da covid-19.

Outros temas cobrados em Física, Química, Biologia e Matemática

Apesar de trazer muitas questões a respeito da pandemia, essa segunda parte do exame também se concentrou em conteúdos tradicionais de cada uma das disciplinas. Mecânica, calorimetria, corrente elétrica e a transformação de energia solar em energia elétrica com o uso de placas solares foram alguns dos assuntos cobrados em Física. Por sua vez, a prova de Química tinha perguntas sobre ligações químicas, equações e ciclo biogeoquímico.

Biologia trouxe muitos assuntos relacionados a fisiologia, genética e doenças envolvendo protozoários, vermes e bactérias. Em Matemática alguns dos temas abordados foram probabilidade, mediana, moda e sequência, mas o destaque ficou mesmo para a grande quantidade de questões de geometria.

Para a coordenadora do Ensino Médio do Sistema Positivo de Ensino, Milena dos Passos Lima, a etapa deste domingo não surpreendeu diante do que foi apresentado no primeiro dia de Enem. “A prova de Matemática e Ciências da Natureza trouxe, assim como aconteceu no último domingo, algumas questões muito atuais, como a pandemia, mas não deixou de lado os assuntos mais recorrentes. Foi uma boa surpresa ver, também, o equilíbrio entre questões que envolvem cálculo e questões interpretativas, porque, quando tem que fazer muitos cálculos, o estudante leva muito mais tempo, o que faz com que ele erre algumas perguntas mais simples, prejudicando sua nota geral”, finaliza.

O Enem 2022 teve quase 3,4 milhões de inscritos. Além da prova deste domingo (20), os candidatos tiveram ainda, no dia 13 de novembro, a prova de Linguagem, Ciências Humanas e Redação.

Com dois de Valencia, Equador vence Catar na abertura da Copa

O Equador marcou os gols da vitória contra o Catar durante o 1º tempo. Foto: AFP

Seleção sem tradição em Copas do Mundo, o Catar se tornou o primeiro anfitrião a ser derrotado em uma estreia de Mundial. No jogo que abriu a competição neste domingo, os donos da casa levaram 2 a 0 do Equador, que contou com a estrela do capitão Enner Valencia. Foram do atacante os dois gols da partida, marcados de pênalti e de cabeça, ambos na primeira etapa, para garantir a vitória por 2 a 0 no duelo disputado no Al Bayt, na cidade de Al Khor, onde foi realizada a cerimônia de abertura e palco da festa da torcida equatoriana, que estava em minoria, mas se sobressaiu no volume.

A vitória no embate inaugural, construída com tranquilidade, evidencia a fragilidade dos catarianos, apenas em sua primeira participação em Copas, e mostra a força do Equador. O time treinado pelo argentino Gustavo Alfaro garantiu sua vaga na Copa com protagonismo na campanha das Eliminatórias.

O resultado deixa os equatorianos na liderança do Grupo A, composto também por Holanda e Senegal. Essas duas seleções se enfrentam nesta segunda-feira, às 13h (de Brasília) no estádio Al Thumama. No mesmo dia também jogam Inglaterra e Irã e Estados Unidos e País de Gales, em jogos válidos pelo Grupo B.

Atacante forte e de boa técnica, Valencia comandou o triunfo da seleção equatoriana, de volta à disputa de um Mundial depois de ficar fora da edição passada, na Rússia. Ele, aliás, é o autor de todos os últimos cinco gols do time sul-americano em Copas, já que também saíram de seus pés os três gols da equipe em 2014, no Brasil.

O jogador, do turco Fenerbahçe, foi às redes três vezes, mas o primeiro de seus gols não valeu e foi anulado pelo árbitro italiano Daniele Orsato com o auxílio da tecnologia semiautomática de impedimento, utilizada pela primeira vez no Mundial. O árbitro ergueu o braço para sinalizar a posição irregular do atacante Estrada.

Minutos depois, a Fifa divulgou a análise do lance para mostrar a irregularidade captada pela ferramenta tecnológica no início da partida. Naquele momento, e durante quase todo o primeiro tempo, os equatorianos tiveram amplo domínio diante de um rival com claras limitações técnicas e desacostumado a grandes jogos no cenário mundial.

Não fez falta o gol anulado ao time sul-americano porque Valencia estava em uma noite feliz e a defesa do Catar, não, principalmente o goleiro Al Sheeb. Atrasado, ele derrubou Valencia dentro da área. O próprio capitão cobrou o pênalti com categoria para marcar, agora sim, aos 15 minutos, o primeiro gol da Copa do Mundo do Catar.

O segundo saiu aos 32, quando Preciado levantou na área, perto da marca da cal, onde estava o oportunista Valencia. Ele se antecipou à zaga e cabeceou no canto direito do goleiro catariano, fazendo levantar a torcida equatoriana atras de um dos gols.

Os catarianos ocuparam, evidentemente, muitos dos assentos do estádio, embora houvesse várias cadeiras vazias. Eles faziam barulho a ataque do Catar, mas foram poucos, e mal aproveitados em razão da debilidade técnica do time da casa. Sem poder de fogo, os atacantes não acertaram uma vez sequer o gol em todo o jogo, facilitando a vida do Equador, a primeira seleção a largar com vitória no torneio.

FICHA TÉCNICA:

CATAR 0 X 2 EQUADOR

CATAR – Al Sheeb; Pedro Miguel, Hassan, Khoukhi, Al-Rawi e Ahmed; Hatem, Boudiaf e Al-Haydos (Waad); Afif e Ali (Muntari). Técnico: Félix Sánchez.

EQUADOR – Galíndez; Preciado, Torres, Hincapié e Estupiñán; Méndez, Caicedo (Franco), Plata e Ibarra (Sarmiento); Valência (Cifuentes), Plata e Estrada (Rodríguez). Técnico: Gustavo Alfaro.

GOLS – Valencia, aos 16 e aos 32 minutos do primeiro tempo.

CARTÕES AMARELOS – Al Sheeb, Ali, Caicedo, Boudiaf, Méndez, Afif

ÁRBITRO – Daniele Orsato (Itália).

RENDA E PÚBLICO – Não disponíveis.

LOCAL – Estádio Al Bayt, em Al Khor (Catar).

Adolescente morre após sofrer choque elétrico ao usar celular que carregava na tomada no interior do RN

Foto: reprodução

Uma adolescente de 17 anos morreu após sofrer um choque elétrico com um celular que carregava a bateria conectado à tomada neste sábado (19). O caso aconteceu na cidade de Bodó, na Região Seridó do RN. A vítima foi identificada como Maria Ingrid Beatriz da Silva, de 17 anos.

O Instituto Técnico-Científico de Perícia (Itep) confirmou a causa da morte como choque elétrico. O corpo foi levado para a sede de Caicó para análise e devolvido à família neste domingo (20)

De acordo com a prima da vítima, Maria Suzanny, a adolescente de 17 anos estava na casa da avó e deixou o celular carregando enquanto ia tomar banho. Já depois de se arrumar, ela pegou o celular, que ainda estava conectado à tomada. “A tia dela entrou no quarto e a encontrou caída com o celular sobre o peito dela. Ela puxou o fio da tomada e, quando viu, começou tipo a soltar faíscas de fogo”, explicou a prima, Maria Suzanny.

Maria Ingrid Beatriz foi socorrida por amigos e familiares para um posto de saúde em Bodó e logo em seguida encaminhada para uma unidade de saúde de Cerro Corá, mas não resistiu. A jovem vai ser velada partir das 8h desta segunda-feira (21) em Bodó, onde também será sepultada.

g1-RN

Festa de Nossa Senhora da Apresentação, padroeira de Natal, termina segunda-feira (21); confira programação

Foto: Claudenor Teixeira

A festa de Nossa Senhora da Apresentação, padroeira da Arquidiocese e da cidade do Natal, teve início no último dia 11 e será encerrada na próxima segunda-feira, dia 21, feriado na capital potiguar. A programação de encerramento será intensa, começando nos primeiros minutos do dia, na Pedra do Rosário. Haverá também celebrações na antiga Catedral e na Catedral Metropolitana.

Programação

No próximo dia 21, serão completados 269 anos que pescadores encontraram um caixote encalhado no rio Potengi, no local onde, hoje, é conhecido como Pedra do Rosário. Dentro do caixote havia uma imagem de Nossa Senhora.

Neste ano de 2022, a programação de encerramento será a seguinte:

0 h – vigília de oração, na Pedra do Rosário, conduzida pela Comunidade Shalom;

3h30 – Procissão fluvial, saindo do Iate Clube, com destino à Pedra do Rosário;

5h – Missa, na Pedra do Rosário, presidida pelo arcebispo metropolitano, Dom Jaime Vieira Rocha. Após a celebração, os fiéis conduzirão a imagem de Nossa Senhora até a antiga Catedral, na Cidade Alta;

7h30 – Missa, na Igreja Matriz de Nossa Senhora da Apresentação (antiga Catedral), presidida pelo vigário geral da Arquidiocese, Padre Paulo Henrique da Silva;

10h – Missa solene, na Catedral Metropolitana, presidida pelo arcebispo Dom Jaime Vieira Rocha;

16h – Procissão, saindo da antiga Catedral, percorrendo a Rua Ulisses Caldas, Rua Mossoró, Av. Hermes da Fonseca, Rua Apodi, Av. Deodoro da Fonseca, encerrando na Catedral Metropolitana, onde será celebrada a missa de encerramento, presidida por Dom Jaime.

Amigos da Catedral

No final da missa de encerramento haverá o sorteio de um carro zero quilômetro e de outros prêmios, como parte do projeto “Amigos da Catedral”. Para participar do sorteio, basta adquirir o bilhete, na lojinha da Catedral, no valor de dez reais.

A Catedral Metropolitana de Natal, inaugurada em 21 de novembro de 1988, vai passar por um processo de revitalização, a partir do início do próximo ano, tendo em vista a melhoria na estrutura e do espaço interno da Igreja. O projeto, de responsabilidade do arquiteto Nelson Araújo, está orçado em cinco milhões de reais e prevê a revitalização da parte de trás da Igreja, bem como, do presbitério e das laterais.

O projeto “Amigos da Catedral” tem a finalidade de angariar recursos para as obras de revitalização.

Portal da Tropical