Duplicação da BR-304 deverá ser feita por empresa que ganhar privatização da BR-101, revela General Girão

O deputado federal General Girão (PL-RN) afirmou nesta sexta-feira (12), em entrevista ao vivo à 98 FM, que a duplicação da BR-304 deverá ser realizada pela mesma empresa que assumir a concessão da BR-101, cuja operação no trecho entre Natal e Recife o Governo Federal pretende privatizar.

De acordo com o deputado, a obra na BR-304 seria uma contrapartida da empresa por assumir uma rodovia (a 101) inteiramente duplicada. Ele disse ter tido acesso ao planejamento em reunião no Ministério da Infraestrutura logo após o presidente Jair Bolsonaro (PL) vetar a obra na Lei de Diretrizes Orçamentárias (LDO) de 2023.

“No edital de privatização da BR-101 no trecho Natal/Recife, vai constar a proposta de fazer a duplicação da BR-304 no trecho Natal até o Ceará. Essa é a ideia do ministério em relação a uso de recursos e resolver esse problema crítico. Precisamos sim. Sou de pleno acordo. Estamos trabalhando para conseguir essa duplicação da BR-304. A gente não pode ter uma rodovia chamada rodovia da morte no nosso estado”, afirmou Girão.

À 98 FM, General Girão ressaltou que esta seria uma “contrapartida”. “É isso mesmo. Como vão administrar um trecho duplicado, a contrapartida é duplicarem o trecho restante no mesmo padrão da Reta Tabajara e como foi feito a 101 entre Natal e Recife: um lado sendo concretado e outro lado sendo asfaltado”, destacou o deputado federal do PL.

O deputado diz, no entanto, que não há prazo para a obra sair do papel. O edital de licitação ainda está sendo elaborado pelo governo, segundo ele. “Estão trabalhando no edital. Ontem eu falei com o ministro quando vimos o veto do presidente”, encerrou.

98 FM

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.