Dia: 19 de agosto de 2018

“Mossoró vai dar essa vitória a Carlos Eduardo”, diz Kadu em discurso de lançamento de campanha

O Sítio Cantópolis recebeu grande público na última sexta (17), durante lançamento da campanha de Carlos Eduardo (PDT) e Kadu (Progressistas) ao Governo do Rio Grande do Norte, além do deputado federal Beto Rosado (Progressistas), candidato à reeleição. O encontro marca o início da mobilização de Mossoró e região Oeste. Em seu discurso, Kadu enfatizou a importância da segunda maior cidade do Estado no contexto regional. “Mossoró tem histórico de luta e vai sim dar essa vitória a Carlos Eduardo”, confirmou.

Em uma arena montada no local histórico de grandes encontros políticos e partidários, o Sítio Cantópolis, Kadu conclamou os apoiadores, lideranças da cidade e região. “Vocês são os protagonistas. Nos permitam ser os coadjuvantes de vocês. Que vocês possam ir aos quatro cantos de Mossoró e propaguem essa corrente. Para que o Rio Grande do Norte possa recuperar sua capacidade de investimento, para que os norte-rio-grandenses possam ter orgulho dessa terra”, destacou.

Carlos Eduardo mostrou a forte ligação entre as cidades. “Estamos lançando o elo político que vai ligar Natal e Mossoró”, complementou.

A reunião contou ainda com as presenças da prefeita Rosalba Ciarlini (Progressistas), vice-prefeita Nayara Gadelha (Progressistas), deputada estadual e candidata à reeleição, Larissa Rosado (PSDB), deputado federal e candidato ao Senado, Antônio Jácome (PODEMOS), senador e candidato à reeleição, Garibaldi Alves Filho (MDB), vereadora Sandra Rosado (PSDB), vereador Alex Moacir (MDB), vereador Manoel Bezerra (DEM), vereador Tony Cabelos (PSD), vereadora Aline Couto, além de demais candidatos aos cargos de deputado estadual e federal, lideranças políticas e apoiadores.

Kadu e Carlos Eduardo – sitio Canto

Professor Carlos Alberto defende renovação na política com novos projetos

O professor Carlos Alberto, candidato do PSOL ao Governo do Estado, esteve em Mossoró neste sábado (18). Na ‘Capital do Oeste’, participou do lançamento da campanha de Aldiclésio Maia, colega de partido, a deputado federal e defendeu a renovação na política potiguar.

“O RN precisa de projetos como os que eu e Aldiclésio estamos apresentando. Não dá para insistir nos erros de sempre cometidos pelos que estão aí se perpetuando no poder”, citou.

O evento contou, além do professor, com as presenças da candidata a vice-governadora, Cida Dantas, e de Telma Gurgel, candidata ao Senado. Danniel Morais, candidato a deputado Federal, e Zacarias Marinho, candidato a deputado estadual, também estiveram presentes.

Ainda em Mossoró, Carlos Alberto acompanhou a final do ‘Copão Master’, competição de futebol amador do Oeste Potiguar.

Os jogadores atuaram em um campo de terra rodeado de postes sem lâmpadas, o que força os atletas a jogarem antes do sol se pôr. O fato, que comprova a falta de preocupação dos atuais governantes com as coisas mais simples foi lamentado pelo professor.

“O incentivo à prática esportiva precisa existir. O esporte e a educação têm um grande poder de transformação e, por isso, serão prioridades de nossa gestão”, destacou o professor arrancando aplausos dos presentes ao jogo.

SAMU terá 32 novas ambulâncias

O SAMU 192 RN está passando por uma renovação da sua frota, o que dará mais qualidade ao Atendimento Móvel de Urgência no Rio Grande do Norte. Até o final do mês de agosto, 32 ambulâncias novas estarão atuando nos atendimentos.

São 14 viaturas locadas pela Sesap e 18 doadas pelo Ministério da Saúde (12 já no RN em atividade e seis que chegarão até o final do mês), que servirão a 24 municípios de várias regiões do estado, como Alto Oeste, Vale do Assu, Seridó, Agreste, Trairi e Mato Grande.

Neste sábado (18), as 14 novas unidades locadas pela Secretaria foram colocadas em plena atividade. Desse total, oito são de formato UTI e as demais com características de unidade básica.

Atualmente, a frota do SAMU possui um total de 39 ambulâncias, número que atende às exigências do Ministério da Saúde. As novas unidades deverão substituir as que apresentam maiores desgastes, uniformizando a frota.

O SAMU 192 está presente no Rio Grande do Norte através de suas bases descentralizadas, abrangendo uma cobertura populacional de cerca de 2,5 milhões de habitantes.

Todos os candidatos dizem que prioridade na educação será o ensino básico

Há um alento nesta eleição incerta para presidente da República. Todos os candidatos dizem que a prioridade do governo federal na educação, caso eleitos, será o ensino básico. Para quem ainda se confunde com a nomenclatura, isso quer dizer que o Ministério da Educação (MEC) deve passar a se preocupar mais com crianças e adolescentes de 0 a 17 anos, que cursam a educação infantil, fundamental e média.

Hoje, mais de 60% do orçamento do órgão vai para universidades e institutos federais, além de custeio de hospitais universitários, bolsas de residência médica e financiamento estudantil. Pela lei, o MEC é o responsável pelo ensino superior – Estados e municípios oferecem escolas. Se juntarmos todo o dinheiro da educação no País, o investimento no aluno do ensino básico é de R$ 6 mil, por ano. No superior é de R$ 21 mil, três vezes mais. Entre países ricos e com alto desempenho, essa diferença é de 1,4.

Mas enquanto muitas das universidades públicas do País são consideradas de excelência e atendem a classe alta, só 41% dos jovens mais pobres terminam os estudos aos 19 anos. E a cada grupo de cem crianças, metade sabe ler aos 9 anos. O mais desanimador é que quem quer ser professor está entre os piores no Exame Nacional do Ensino Médio (Enem) e no Pisa, a avaliação mundial de educação. Ou seja, os profissionais que poderiam ajudar a reverter o quadro também são maus alunos.

Diante desse cenário, os programas agora usam a maioria das suas páginas para falar de primeira infância, professor, alfabetização, ensino médio. O Movimento Todos pela Educação foi um dos que ajudou nessa mudança. Encomendou pesquisas e construiu um plano estratégico, com foco no ensino básico, que foi passado ponto a ponto com cada um dos presidenciáveis.

Estadão Conteúdo

No Oeste, Rogério Marinho defende projetos a favor do desenvolvimento econômico da região

O primeiro final de semana do período eleitoral começou pelo Oeste do Rio Grande do Norte para o deputado federal Rogério Marinho (PSDB). O parlamentar esteve neste sábado (18) nas cidades de Severiano Melo, Baraúna, Apodi e Tibau. Na oportunidade, defendeu uma ação integrada a favor do desenvolvimento econômico da região.

“Há muito potencial nas cidades do Oeste em diversas áreas do setor econômico. São atividades que precisam ser fomentadas para que continuem crescendo e ajudando no desenvolvimento da região, contribuindo para a geração de emprego e renda a favor da população”, disse Rogério Marinho.

O primeiro compromisso do parlamentar foi na cidade de Severiano Melo, onde foi recebido pelo vereador e presidente da União de Vereadores do Estado, Bruno Melo. No município, debateu ações a favor do RN com diversas lideranças. Depois Rogério seguiu para Apodi, onde se reuniu com o ex-vereador Eliesio de Bom.

Em seguida a agenda foi em Baraúna, onde Rogério se encontrou com amigos do vereador Deivid Simão. Também estiveram presentes o presidente da Câmara de Baraúna, Marcos Antônio, e o vereador Raimundo do Poço. Por fim, já na noite de sábado, Rogério foi até Tibau, em mais um encontro com lideranças, promovido pelos vereadores Mirim, Tavim e Professor Alivan.

Durante toda a agenda Rogério Marinho esteve acompanhado do candidato a senador Geraldo Melo, do candidato a suplente, Haroldo Azevedo, e do deputado estadual Gustavo Carvalho, que só não esteve em Tibau. O presidente da Uvern, Bruno Melo, também acompanhou os compromissos.

Neste domingo (19), o deputado Rogério Marinho segue com agenda pelo interior do Estado. O tucano estará nas cidades de João Câmara e Pureza.

Temer convoca reunião de emergência para discutir confronto em Roraima

O presidente Michel Temer convocou para este domingo (19), às 10h, no Palácio do Jaburu, sua residência oficial, uma reunião de emergência para avaliar a situação em Roraima. Neste sábado (18), brasileiros e venezuelanos entraram em conflito depois de um comerciante de Pacaraima ter sido assaltado, supostamente por quatro venezuelanos.

Revoltados com o fato de as ruas da cidade estarem tomadas por acampamentos improvisados de venezuelanos, expulsos de seu país por conta da crise econômica, social e política, provocada pelo governo Nicolás Maduro, os moradores de Pacaraima, depois do violento assalto, resolveram reagir à presença dos venezuelanos, tocando fogo nos acampamentos e nos pertences deles, forçando-os a deixar o Brasil. O clima é de tensão e preocupa as autoridades brasileiras.

Pelo menos quatro ministros participarão da reunião com o presidente Temer: da Segurança Pública, Raul Jungmann, do Gabinete de Segurança Institucional, general Sérgio Etchegoyen, da Defesa, general Joaquim Silva e Luna, e das Relações Exteriores, Aloysio Nunes. Jungmann, que estava fora de Brasília, já retornou à capital para participar do encontro.

Por enquanto, o governo federal ainda não enviou reforço para a cidade fronteiriça com a Venezuela. Mas um avião da Força Aérea e homens da Força Nacional de Segurança Pública já estão prontos para serem embarcados, se houver necessidade.

O governo federal teme que a situação tensa em Pacaraima se estenda para Boa Vista e possa gerar um confronto generalizado nas duas cidades. Os brasileiros que moram em Roraima se queixam da criminalidade ter aumentado no estado e da situação crítica que se vê nas cidades, por conta da “invasão” de venezuelanos, que criaram um colapso no sistema público local, além de estarem espalhados em acampamentos improvisados em todos os pontos das cidades.

O governo de Roraima tenta conseguir fechar a fronteira para os venezuelanos, mas a medida é rejeitada pelo Planalto. O problema acaba se agravando, com disputas politicas e acusações de parte a parte, turbinado pelo momento eleitoral.

Veja

Walter Alves inicia campanha à reeleição em Rafael Fernandes

O deputado federal e candidato à reeleição, Walter Alves (MDB-RN), deu início à sua campanha eleitoral ontem (18) à noite, no município de Rafael Fernandes, a 407 quilômetros de Natal. Walter participou de carreata e reunião promovida pelo ex-prefeito e líder político da região, Nicodemo.

Na última eleição, em 2014, Walter Alves obteve mais de 1.200 votos no município, o que correspondeu a 42% dos votos válidos. “É com muita alegria que começo esta caminhada em Rafael Fernandes. Posso olhar no rosto de todos que aqui estão e contar sobre o trabalho que fizemos, em Brasília, para benefício da população”, disse o deputado.

Durante discursos, vereadores, ex-prefeitos Nicodemo e Nicodemo Júnior, além do atual prefeito, Bruno Anastácio, ressaltaram a parceria com Walter Alves e pediram voto para o deputado. “É inegável a contribuição do mandato do deputado Walter Alves com o progresso de Rafael Fernandes e o Oeste potiguar. Por isso, nosso apoio ao projeto de reeleição de Walter”, disse o ex-prefeito Nicodemo.

A mobilização política contou ainda com a presença do deputado estadual e candidato à reeleição, Getúlio Rêgo (DEM); deputado federal e candidato a senador, Antônio Jácome (PODE); candidato a vice-governador Kadu Ciarlini (Progressistas) e candidato a governador Carlos Eduardo (PDT).