Gasolina

Preço médio de R$ 5,43 da gasolina no RN é um dos mais altos do país

Tânia Rêgo/Agência Brasil

O preço médio da gasolina no Brasil segue em alta e chegou a R$ 5,02 nesta semana, de acordo com levantamento da Agência Nacional do Petróleo, Gás Natural e Biocombustíveis (ANP).

Nas últimas duas semanas, o preço médio do litro do combustível nos postos saltou de R$ 4,91 para R$ 4,98, e agora volta a ultrapassar os R$ 5,00.

O estado com a gasolina mais cara é a Bahia, onde o litro do combustível custa, em média, R$ 5,57. Já a gasolina mais barata é encontrada na Paraíba, que registra preço médio de R$ 4,80 por litro.

Confira o preço médio da gasolina nos estados:

  • Acre – R$ 5,29
  • Alagoas – R$ 5,10
  • Amapá – R$ 4,67
  • Amazonas – R$ 5,04
  • Bahia – R$ 5,57
  • Ceará – R$ 5,00
  • Distrito Federal – R$ 5,20
  • Espírito Santo – R$ 4,88
  • Goiás – R$ 5,08
  • Maranhão – R$ 4,99
  • Mato Grosso – R$ 5,02
  • Mato Grosso do Sul – R$ 4,84
  • Minas Gerais – R$ 4,91
  • Pará – R$ 4,83
  • Paraíba – R$ 4,80
  • Paraná – R$ 5,27
  • Pernambuco – R$ 4,95
  • Piauí = R$ 5,22
  • Rio de Janeiro – R$ 5,07
  • Rio Grande do Norte – R$ 5,43
  • Rio Grande do Sul – R$ 4,88
  • Rondônia – R$ 5,07
  • Roraima – R$ 5,25
  • Santa Catarina – R$ 4,94
  • São Paulo – R$ 4,90
  • Sergipe – R$ 5,03
  • Tocantins – R$ 5,33

Ponta Negra News

Preço médio do Etanol cai no RN e em mais 24 estados na semana

Foto: Reprodução

Os preços médios do etanol hidratado caíram em 24 estados e no Distrito Federal na semana passada e subiram em apenas outros dois (Rio Grande do Sul e Roraima), de acordo com levantamento da Agência Nacional do Petróleo, Gás Natural e Biocombustíveis (ANP) compilado pelo AE-Taxas. Nos postos pesquisados pela ANP em todo o País, o preço médio do etanol recuou 2,04% na semana de 17 a 23 de julho, ante a anterior, de R$ 4,410 para R$ 4,320 o litro.

Em São Paulo, principal Estado produtor, consumidor e com mais postos avaliados, a cotação média caiu 1,70%, de R$ 4,120 para R$ 4,050 o litro. Sergipe foi a unidade da Federação com maior recuo porcentual de preços na semana, de 6,55%, de R$ 5,500 para R$ 5,140 o litro.

No Rio Grande do Norte, o preço médio encontrado foi de R$ 5,78, com queda de 3,03% na semana passada ante a anterior. Em quatro semanas, a variação negativa foi de 9,13%.

Tribuna do Norte

Gasolina a R$ 4,87 em ‘Dia Livre de Impostos’ provoca filas em posto de Natal

Gasolina a R$ 4,87 em ‘Dia Livre de Impostos’ provoca filas em posto de Natal — Foto: Ayrton Freire/Inter TV Cabugi

Com a gasolina a R$ 4,87 um posto de Natal amanheceu com fila de carros para abastecer. O “desconto” no preço faz parte do Dia Livre de Impostos, ação organizada pela CDL Jovem em todo o país.

O técnico em mineração Sérgio Henrique da Silva correu pra aproveitar o desconto. “Eu vim aproveitar. Essa política de preço da Petrobras é um absurdo. Aí junta com os tributos e a gente fica nessa situação, pagando muito caro. Então uma ação dessa nos lembra desses absurdos e nos faz economizar um pouquinho também”, disse.

Foram disponibilizados 4 mil litros de gasolina para a promoção e o posto limitou 20 litros por carro. A gasolina com o preço mais baixo acabou por volta das 9h20.

Postos de Natal já vendem gasolina a quase R$ 8 após reajuste da Petrobras

Reprodução Redes Sociais

O reajuste do preço dos combustíveis nas refinarias já chegou nos postos de Natal. Quem quis abastecer o seu carro com gasolina comum na tarde desta quinta-feira (10) na capital já encarou preços que se aproximam dos R$ 8.

De acordo com a reportagem da Tribuna do Norte nos postos da capital já está valendo a atualização de quase cinquenta centavos no preço do produto em bairros como Nova Parnamirim, Nordeste e Neópolis.

Além da gasolina perto dos R$ 8, alguns estabelecimentos já comercializavam o diesel a novos preços, perto dos R$ 7. Nesta quinta-feira a Petrobras confirmou aumento de 18% na gasolina e 25% no óleo diesel nas refinarias.

Na noite desta quinta, filas de carro se formaram em postos que ainda mantinham o preço sem aumento.

Com informações da Tribuna do Norte