Justiça determina afastamento de vereador de Parnamirim investigado por fraudes no SUS

Foto: Reprodução

Decisão do desembargador Gilson Barbosa, do TJRN, determinou o afastamento do vereador de Parnamirim, Diogo Rodrigues, investigado em esquema de fraudes no SUS. Na terça-feira, o parlamentar havia pedido afastamento por motivo de saúde por 120 dias.

Diogo e outras sete pessoas se tornaram réus em processos que resultaram da operação Fura-fila, deflagrada pelo Ministério Público em 2020. No ano seguinte, em abril, o parlamentar foi preso em sua residência.

Ele é suspeito de encabeçar um suposto esquema de fraudes no sistema de marcação de consultas e exames do SUS. O vereador ficou preso durante nove meses e retornou às suas atividades após o encerramento do período de afastamento.

O parlamentar utiliza tornozeleira eletrônica por decisão da juíza Manoela Barbosa, da 2ª Vara de Parnamirim. O intuito da decisão é garantir que o vereador não tenha nenhum contato com as pessoas envolvidas na investigação, sejam testemunhas ou réus.

Justiça Potiguar

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.