Servidores da saúde de Natal decidem paralisar atividades no dia 27 e ameaçam retomar greve

Foto: Sindsaúde

Servidores da saúde de Natal farão um dia de paralisação na próxima quarta-feira (27), em protesto contra a demora da Prefeitura do Natal em atender à pauta de reivindicações da categoria. Em abril, a categoria realizou uma greve que durou 32 dias.

O movimento grevista foi suspenso após avanço nas negociações que tinha como principal reivindicação o reajuste salarial, que há 8 anos a categoria não recebia. Além da data-base, o funcionalismo pedia a implantação das gratificações, insalubridade, condições de trabalho, fim do assédio moral, entre outros pontos.

Segundo a categoria, a prefeitura, apesar de ter anunciado que atenderia aos pleitos, não cumpriu com o acordo. “A greve pode voltar a qualquer momento se a prefeitura de Natal não cumprir com o acordo”, afirma o Sindsaúde, em nota.

Além de paralisar as atividades, a categoria promete fazer um protesto no dia 27. Além disso, o Sindsaúde agendou para o dia 4 de agosto uma assembleia geral, que pode deflagrar a retomada da greve em Natal.

“Nós do Sindsaúde entendemos que para avançarmos na luta coletiva é necessário a unidade das categorias em saúde. Por isso, fazemos um chamado a todos os trabalhadores da saúde de Natal a se somarem à luta em defesa dos direitos. Já que o senhor prefeito não contribui com o andamento da negociação, a categoria está disposta a responder com muita luta”, enfatizou Érica Galvão, diretora do Sindsaúde/RN.

98 FM

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.