Oposição critica Lula por fuga em penitenciária federal no RN

A oposição ao governo do presidente Luiz Inácio Lula da Silva (PT) criticou o petista pela fuga de 2 presos da Prisão Federal de Mossoró (RN) nesta 4ª feira (14.fev.2024). O presídio é um dos 5 de segurança máxima do Brasil –foi a 1ª ocorrência do tipo na história do país.

O deputado federal Alexandre Ramagem (PL-RJ), investigado pela Polícia Federal por suspeita de ter ajudado a monitor ilegalmente autoridades e jornalistas enquanto esteve à frente da Abin (Agência Brasileira de Inteligência), disse em seu perfil no X (antigo Twitter) que o caso denotava uma “destruição do país” em curso no atual governo “enquanto a militância aplaude perseguições políticas”.

Já o deputado Ubiratan Sanderson (PL-RS) afirmou, também pelas redes sociais, que a fuga é “o exato retrato do caos que virou a segurança pública do Brasil”. Ele disse ainda que vai cobrar todas as informações e apuração a respeito do caso por meio da Comissão de Segurança Pública e Combate ao Crime Organizado da Câmara dos Deputados em que é presidente. Ao Poder360, ele afirmou que convocará o ministro da Justiça, Ricardo Lewandowski, para prestar esclarecimentos sobre o episódio.

Os fugitivos foram identificados como Rogério da Silva Mendonça (o Tatu) e Deibson Cabral Nascimento (o Deisinho) e fazem parte do Comando Vermelho. Eles são do Acre e foram transferidos para o presídio de Mossoró em setembro de 2023.

O sistema federal tem presídios de segurança máxima em Catanduvas (PR), Campo Grande (MS), Porto Velho (RO) e Brasília (DF), além de Mossoró (RN).

Com informações do Poder360

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.