Ielmo Marinho

Polícia Civil promove ciclo de palestra em Ielmo Marinho

A Polícia Civil do Rio Grande do Norte (PCRN), por meio da 29ª Delegacia de Polícia (DP de Ielmo Marinho), promoveu, na Câmara de Vereadores do Município de Ielmo Marinho, na última quarta-feira (22), o 1º Ciclo de Palestras. A equipe da 29ª DP ministrou os conteúdos, contando com o delegado Ernani Júnior, a escrivã Moizaniete Pereira, o chefe de investigação Cristiano Bacelar, os agentes João Henrique, Marcelo Murilo, Jane Cleide e José Marlon, no apoio, como também as estagiárias Elanielly Oliveira e Emilly Vieira. A equipe abordou temas relevantes às demandas do município.

Ao longo do encontro, foram ressaltados os assuntos: informante policial, os deveres das testemunhas, isolamento e preservação do local de crime, atos infracionais, violência contra crianças e adolescentes, violência contra a mulher e crimes contra a honra. Participaram do evento as secretarias do município e os líderes comunitários, com o objetivo de levar conhecimento à população e difundir informação acerca dos temas.

TRE define nesta terça-feira (26) se cassa prefeita de Ielmo Marinho

Atual prefeita de Ielmo Marinho, Rossane Patriota. Foto: Divulgação

Pautado para esta terça-feira, 26, o julgamento no Tribunal Regional Eleitoral do Estado (TRE-RN), na qual a Procuradoria Regional Eleitoral do Rio Grande do Norte (PRE-RN) pede a cassação da prefeita e da vice-prefeita de Ielmo Marinho, Rossane Patriota e Francisca Soares da Silva, respectivamente.

A ação na qual pede cassação da chapa, foi movida pelo candidato Fernando Damasceno e pela coligação “Mãos Limpas”. A ação, de investigação judicial eleitoral, foi proposta com base em abuso de poder, pelo uso de recursos financeiros para cooptar apoio político para a chapa da candidata nas eleições de 2020.

O Ministério Público aponta o uso de recursos financeiros com finalidade de comprar apoio político do candidato a vereador Alex Júlio, que teria desistido do pleito municipal para apoiar a candidata adversária, atual prefeita Rossane Patriota.

Para o Ministério Público, é grave a troca financeira por apoio político, apreciando de forma notória a acusação contra a então candidata, baseada na operação de permuta de valores. Com isso, cabe ao TRE/RN a análise sobre a condenação da chapa, marcando assim novas eleições do município.

*Com acréscimo de informações do Agora RN