RN

Zenaide Maia entrega Prêmio Bertha Lutz, in memoriam, à Wilma de Faria

Homenagem póstuma foi recebida pela filha da ex-governadora, Márcia Maia, em solenidade no plenário do Senado Federal, nesta quarta (23).

Por indicação da senadora Zenaide Maia (PROS – RN), a ex-governadora do Rio Grande do Norte, Wilma de Faria, foi homenageada, in memoriam, com o Diploma Mulher-Cidadã Bertha Lutz, concedido pelo Senado Federal a personalidades com notáveis contribuições para o avanço dos direitos da mulher e da cidadania. A premiação foi recebida por uma das filhas de Wilma, a ex-deputada estadual e atual presidente da Agência de Fomento do Rio Grande do Norte, Márcia Maia, em sessão solene nesta quarta-feira (23). “Há quatro anos, minha mãe nos deixou, mas ela vem sendo sempre lembrada como referência para as mulheres do Rio Grande do Norte e para todas nós. Uma mulher perseverante, que enfrentou muitos preconceitos, mas foi extremamente forte e se tornou a primeira mulher governadora do estado, destacando-se no combate à pobreza rural e no trabalho social”, declarou Márcia, em sua fala de agradecimento.

A trajetória política de Wilma, marcada por feitos pioneiros, foi relembrada por Zenaide: “[Wilma] foi a primeira mulher prefeita de Natal, três vezes eleita para a prefeitura da capital do Rio Grande do Norte. Também foi a primeira deputada federal do estado, deputada Constituinte; além de ser a primeira mulher governadora do estado, e por duas vezes! Fez toda a diferença no nosso estado e no país!”, enfatizou a senadora, em seu discurso de entrega do Diploma, no qual também saudou a presença de Márcia e Cíntia, representando a família de Wilma, no plenário do Senado. A senadora fez um apelo para a maior participação feminina na política. “Mulheres brasileiras, vamos ocupar os espaços de poder para fazer uma diferença real na vida das mulheres e dos grupos que mais precisam!”, finalizou.

Neste ano, o Prêmio Bertha Lutz completou vinte anos de existência e foi concedido a outras 20 mulheres, entre elas, a pneumologista Margareth Dalcolmo; a médica, ativista e diretora executiva da Anistia Internacional no Brasil, Jurema Werneck; a historiadora e cientista política, Heloísa Starling; e a empresária Luiza Trajano. A solenidade contou com a presença da farmacêutica Maria da Penha Fernandes, símbolo da luta contra a violência doméstica, agraciada com o Diploma Mulher-Cidadã em 2005.

A trajetória da Guerreira

Wilma Maria de Faria nasceu em 17 de fevereiro de 1945, em Mossoró. Casou-se aos 17 anos com Lavoisier Maia e teve quatro filhos: Ana Cristina, Márcia, Lauro e Cíntia. Foi professora, especialista em Sociologia e mestre em Educação pela Universidade Federal do Rio Grande do Norte. Em 1979, quando primeira-dama do Rio Grande do Norte, coordenou o Programa Nacional do Voluntariado (PRONAV), assumiu a presidência da Legião Brasileira de Assistência (LBA) no estado, presidiu a APAE e criou o Movimento de Integração e Orientação Social (MEIOS). Em 1983, assumiu a Secretaria de Trabalho e Bem-Estar Social.

Em 1986, foi eleita deputada federal na Assembleia Constituinte. Sua atuação em defesa dos direitos sociais e da classe trabalhadora fizeram-na figurar entre os “Deputados nota 10”, distinção concedida pelo Departamento Intersindical de Assuntos Parlamentares (DIAP).

Wilma foi eleita por três vezes prefeita de Natal: em 1988 (sendo a primeira mulher prefeita da capital potiguar); em 1996 e em 2000. Em abril de 2002, deixou a prefeitura para disputar o governo do estado. Eleita com expressiva votação, tornou-se a primeira mulher governadora do Rio Grande do Norte, em 2003. Em 2006, foi reeleita para o cargo, em outro feito pioneiro para as mulheres potiguares.

Na eleição de 2012, Wilma foi eleita vice-prefeita de Natal, na chapa com Carlos Eduardo. Em 2016, foi eleita vereadora da capital potiguar, seu último cargo político. Faleceu em 15 de junho de 2017, aos 72 anos, em decorrência de um câncer no sistema digestivo.

Por sua luta e trajetória política, Wilma de Faria ficou conhecida como “Guerreira”.

Legado para o Rio Grande do Norte

Foram muitos os feitos de Wilma de Faria em suas gestões à frente do Governo do Rio Grande do Norte, como a instalação da primeira Faculdade de Medicina da Universidade do Estado do Rio Grande do Norte (UERN), no campus de Caicó; a duplicação da Avenida das Fronteiras e da Itapetinga; o Pórtico dos Reis Magos; a drenagem e pavimentação de mais de duas mil ruas; a urbanização da Avenida Rio Branco e a construção do Corredor Cultural; a construção e recuperação de 1.800 casas populares; a Central do Cidadão, na Zona Norte; a recuperação e ampliação do Centro de Reabilitação Infantil; entre outras obras. Wilma de Faria também foi responsável pela instalação dos primeiros parques eólicos, a implantação da Usina Termoelétrica do Vale do Açu (Termoaçu), e das termoelétricas Potiguar 1 e 3; assim como pela viabilização da Refinaria Clara Camarão. Houve, ainda, investimentos importantes nas áreas de bioenergia, energia solar, infraestrutura de transmissão e cooperações socioambientais.

Em 2018, foi realizada uma pesquisa Ibope/Tribuna do Norte e Wilma de Faria foi apontada como “a melhor governadora dos últimos 30 anos”.

Fátima inicia mudanças no secretariado anunciando substituto de Mineiro no Governo Cidadão

Elisa Elsie

A governadora do Rio Grande do Norte, Fátima Bezerra (PT), anunciou nesta quarta-feira (23), pelas redes sociais, a primeira mudança no seu secretariado em função das eleições de 2022.

Com a saída de Fernando Mineiro para concorrer a deputado federal pelo PT, a gestão do programa “Governo Cidadão” agora ficará por conta do secretário estadual de Infraestrutura, Gustavo Coelho, que passará a acumular as duas funções.

Ao PORTAL DA 98 FM, Mineiro disse que deixará o cargo em 31 de março, dois dias antes do prazo limite para desincompatibilização.

Nos próximos dias, outros quatro secretários também devem deixar os cargos para disputas as eleições: Carlos Eduardo Xavier (Tributação), Jaime Calado (Desenvolvimento Econômico), Pedro Lopes Neto (Controladoria-Geral do Estado) e Júlia Arruda (Mulheres, Juventude e Igualdade Racial).

Com informações da 98 FM.

PMs e bombeiros militares rejeitam proposta do Governo do RN; nova reunião acontece nesta quarta

A decisão foi tomada em assembleia após um dia de protestos no Centro Administrativo para diminuir as distorções salariais entre a Polícia Militar, Civil e agentes penitenciários. Foto: Divulgação

Após reunião com a Secretaria de Segurança na tarde desta terça-feira (22), os policiais militares votaram para rejeitar a proposta feita pelo Governo do RN e continuar a mobilização em frente à Governadoria pela isonomia dos subsídios entre todas as forças de segurança.

A decisão foi tomada em assembleia após um dia de protestos no Centro Administrativo para diminuir as distorções salariais entre a Polícia Militar, Civil e agentes penitenciários. Diante da negativa da categoria, está marcada nova reunião com a Controladoria do Estado e Secretaria de Administração para esta quarta-feira (23), às 14h, para analisar nova oferta de correção.

Segundo a subtenente Márcia Carvalho, presidente da Associação de Subtenentes e Sargentos Policiais e Bombeiros Militares do RN (ASSPMBMRN), “a proposta oferecida pelo Governo não chega a ser considerável porque é um direito já conquistado pela categoria em 2019″. Na reunião, foi oferecido pelo Executivo estadual adiantar a última parcela do acordo feito há três anos, o que equivale a 4,58% dos 23% de reajuste indenizatório que seriam pagos em seis vezes até novembro de 2022.

Junto a isso, havia sido firmado que seriam concedidas correções no subsídio dos praças ao passo que aumentos fossem conquistados por outras forças de segurança – o que não foi cumprido e resultou em um distanciamento ainda maior entre os valores pagos. Em 2019, a diferença entre os subsídios era de R$851,00. Atualmente, o valor aumentou para R$1.463,59.

Com informações do Agora RN

Operação no RN, DF e outros oito estados combate lavagem de dinheiro de facção criminosa

Agentes cumprem mandado na Operação Mercador de Ilusões — Foto: Reprodução/TV Globo

A Polícia Civil do RJ com apoio do Ministério Público do Rio de Janeiro (MPRJ) iniciaram nesta quarta-feira (23), em nove estados e incluindo o Distrito Federal, a Operação “Mercador de Ilusões”.  A ação tem como objetivo investigar esquemas de lavagem de dinheiro do Comando Vermelho, a maior facção criminosa do estado. Segundo as investigações, o esquema do tráfico de drogas movimentou R$ 3 bilhões entre 2019 e 2021.

Agentes saíram para cumprir seis mandados de prisão e 40 de busca e apreensão. A 1ª Vara Especializada do Crime Organizado do RJ também determinou o bloqueio de R$ 681 milhões nas contas dos suspeitos e o arresto de bens.

Os agentes cumprem os mandados na capital fluminense, nos municípios de São Gonçalo e Belford Roxo, e nos estados de São Paulo, Goiás, Santa Catarina, Paraná, Minhas Gerais, Amapá, Rio Grande do Norte e Pernambuco, além do Distrito Federal.

Como era o esquema
A força-tarefa afirma que o esquema é utilizado por Antônio Ilário Ferreira, o Rabicó, para ocultar o dinheiro arrecadado com a venda de drogas e para comprar armas e entorpecentes.

O MPRJ destacou que os criminosos utilizam uma prática conhecida como smurfing, que consiste em depósitos de grandes quantias de forma fracionada.

De acordo com as investigações, dois depósitos bancários feitos em favor de duas empresas em outubro de 2019, nos valores de R$ 30 mil e R$ 23.700, vieram da Comunidade do Brejal, situada no Complexo do Salgueiro — dominada pelo Comando Vermelho e chefiada por Rabicó.

“A partir do acompanhamento da movimentação financeira dessas duas empresas, descortinou-se um esquema criminoso que envolve diversas pessoas pelo país”, afirma o MPRJ.

Segundo os promotores, muitos desses laranjas moram em regiões de fronteira e figuram como sócios ou procuradores de empresas que não ostentam qualquer traço empresarial relevante, como estabelecimento comercial ou quadro de funcionários — “mas mesmo assim têm movimentações de quantias milionárias, indicando toda uma cadeia fraudulenta de lavagem de capitais”.

O MPRJ também apurou que empresas lavam dinheiro por meio de criptomoedas — ativos financeiros digitais e protegidos por criptografia, movimentados sem o controle do Banco Central, da Receita Federal e de outros órgãos de fiscalização, “o que dificulta o rastreio das transações e favorece a lavagem de dinheiro e a evasão de divisas”.

A Operação Mercador de Ilusões é uma parceria do Departamento-Geral de Combate à Corrupção, ao Crime Organizado e à Lavagem de Dinheiro da Polícia Civil do RJ com o Grupo de Atuação Especial de Combate ao Crime Organizado (Gaeco/MPRJ) e as polícias civis do Distrito Federal, São Paulo, Paraná, Santa Catarina, Goiás, Minas Gerais, Amapá, Pernambuco e Rio Grande do Norte.

Prefeito Flaviano Lisboa participa do I encontro dos municípios com os chamados pólos G52

Na manhã desta terça-feira (22), o Prefeito de Passa e Fica, Flaviano Lisboa, acompanhado do Secretário Municipal de Turismo e Desenvolvimento Econômico, Victor Gadelha, participaram do I Encontro dos Municípios com os chamados Polos G52.

O encontro foi de iniciativa da Sudene em sintonia com o Ministério do Desenvolvimento Regional buscando promover e fortalecer as ações do Governo Federal aos municípios.

“Um encontro proveitoso que contou com a participação de Francisco Soares Júnior, Diretor do Departamento Regional e Urbano do MDR, exímio conhecedor das necessidades dos municípios, que tem sensibilidade para discutir os temas que realmente são necessários para debate e acima de tudo: Para encontrar soluções eficazes, melhorando assim a vida de quem mais precisa.” Afirmou o Prefeito Flaviano Lisboa sobre o encontro.

PSDB: Dr. Kerginaldo Jácome vai reforçar no Alto e Médio Oeste chapa para deputado

Médico com grandes serviços prestados na Região do Alto e Médio Oeste Potiguar, o ex-Prefeito de Antônio Martins, Dr. Kerginaldo Jácome está confirmado na chapa do PSDB como pré-candidato a deputado estadual.

Dr. Kerginaldo conta com vários apoios e sua atuação na região Oeste, tem recebido de lideranças políticas de vários municípios. Dr. Kerginaldo fechou compromissos com o presidente do PSDB, deputado Ezequiel Ferreira para a chapa do PSDB. O Prefeito Juninho Alves (PSDB) e o empresário Eugênio Alves também estimularam a filiação de Dr. Kerginaldo ao PSDB.

RN tem a segunda gasolina mais cara do Brasil, diz levantamento da ANP

Frentista abastece veículo em posto de combustíveis – Foto: Douglas Lemos / Agora RN

Dados dos Sistema de Levantamento de Preços (SLP) da Agência Nacional do Petróleo, Gás Natural e Biocombustíveis (ANP) apontam que o Rio Grande do Norte tem a gasolina com o segundo preço médio mais alto do país. De acordo com com o último levantamento divulgado pela agência, feito entre os dias 13 e 19 de março de 2022, o preço médio da gasolina comum no RN era R$ 7,921 neste período.

O valor é mais barato apenas quando comparado ao estado do Piauí, que tem preço médio de R$ 7,992. Segundo a pesquisa, entre os 58 postos de combustíveis analisados pela ANP em território potiguar, o preço mínimo do combustível foi R$ 6,84 e o mais alto encontrado no período foi de R$ 7,99.

Considerando a gasolina aditivada, o RN também tem o segundo preço médio mais alto do país. No mesmo período eram cobrados, em média, R$ 8,007 por litro. O Piauí (R$ 8,154) foi novamente o estado mais caro do País.

Etanol hidratado
Já o etanol hidratado custa, em média, R$ 5,799 o litro, sendo o quinto mais caro da região Nordeste, e o sétimo entre todos os estados da federação. Entre os dias 13 e 19 de março, o valor variou de R$ 5,58 a R$ 6,35 o litro em território potiguar.

Com informações do Agora RN

Câmara Municipal entrega Título de Cidadã Natalense à jornalista seridoense

Nesta quinta-feira (17), a Câmara Municipal entregou o Título de Cidadã Natalense à jornalista Anna Alyne Cunha. A proposição foi do vereador Anderson Lopes (Solidariedade).

“Foi em Natal que Anna Alyne alcançou projeção profissional e usou o talento e o jornalismo para ajudar a população mais carente, mostrando os problemas que os cidadãos que moram em comunidades e loteamentos enfrentam no dia a dia. Por isso achei justo prestar esse reconhecimento”, justificou o propositor.

Anna Alyne Dias da Cunha é de Jardim do Seridó, município a 240Km de Natal. Formada em Jornalismo em Patos/PB, trabalhou em rádios do interior do RN, até aceitar convite para atuar em Natal, onde chegou em 2010.

A jornalista passou pela TV e Rádio da Assembleia Legislativa do RN. Atuou como assessora de Comunicação da Empresa de Pesquisa Agropecuária do RN (Emparn). E foi repórter da TV Ponta Negra (afiliada ao SBT), TV Justiça (TV Brasil) e da TV Câmara, nesta Casa Legislativa. Também foi correspondente dos programas televisivos do Ministério Público Federal e Justiça Federal, em Brasília/DF. Até recentemente, estava na equipe da redação da Intertv Cabugi (afiliada da Globo), onde também foi repórter e apresentou o programa Resenhas do RN.

Atualmente, junto com a também jornalista e amiga, Jussara Correia, Anna Alyne lançou a empresa Anju Comunicação, de assessoria de imprensa e produção de conteúdo digital e audiovisual. “Há 12 anos, desde que veio morar em Natal, ela acompanha o dia a dia da cidade, seja no Legislativo ou nas comunidades. Nada mais justo do que agora fazer, de direito, parte da sociedade natalense”, afirmou a sócia da homenageada.

“Sou muito grata por tudo que Natal já me proporcionou. Em pouco tempo, me tornei uma profissional reconhecida e com inúmeras amizades. Quando saí da minha cidade, no Seridó, eu tinha grandes metas e sonhos. Estou conseguindo alcançar todos esses objetivos, tendo como cenário a nossa capital. Sinto-me honrada com esse Título e agradeço à Câmara Municipal e, em especial, ao amigo vereador Anderson Lopes”, disse a homenageada.

O secretário adjunto de Comunicação de Natal, Marcos Alexandre Oliveira, representou o prefeito Álvaro Dias, e parabenizou ao vereador Anderson Lopes pela iniciativa e à homenageada, pela justa homenagem.

Lídia Pace deixa a Inter TV Cabugi

Lídia Pace representa o RN no Jornal Nacional e Natal Shopping transmite  apresentação | intertvrn | Rede Globo

Mais uma profissional da área da comunicação pediu desligamento da Inter Tv Cabugi, desta vez foi a jornalista Lidia Pace. De acordo com informações, Pace havia comunicado à direção da emissora na manhã desta sexta-feira, 18, sobre sua saída.

O RN acompanhou um dos pontos mais altos da carreira jornalística de Lídia, quando no ano passado, ela apresentou por um dia o “Jornal Nacional”, dentro do rodízio promovido em comemoração aos 50 anos do jornal.

Pelas informações de bastidores, Lídia estará indo para a TV Ponta Negra, emissora na qual já fez parte de sua história no jornalismo potiguar.

Desejamos sucesso a Lídia!

Metade dos hospitais públicos do RN estão com UTIs Covid vazias; estado tem ocupação de 17%

Divulgação/sesap/rn

O Rio Grande do Norte está com o menor percentual de ocupação das UTIs Covid das unidades de saúde públicas. Na manhã desta sexta-feira (18), havia 90 leitos disponíveis e nenhuma pessoa aguardando por regulação. Entre os 22 hospitais públicos ou com leitos contratados para o tratamento da covid, metade deles não tem pacientes internados com a doença.

Um dos hospitais que mais teve leitos voltados a pacientes com covid-19 durante a pandemia, o Hospital Geral Dr. João Machado chegou a somar 60 leitos de UTI no auge da contaminação de pessoas no estado. Agora, a unidade tem somente 10 leitos de UTI Covid em funcionamento, com somente dois ocupados.

Situação semelhante ocorre no Giselda Trigueiro. A unidade passou dos 35 para 27 leitos críticos em funcionamento exclusivo para a covid e, neste momento, são 11 leitos ocupados. Em Mossoró, o Hospital Rafael Fernandes tem comente 1 dos 10 leitos ocupados.

Em situação ainda melhor, estão 11 hospitais que não têm nenhum paciente em UTI: Mariano Coelho, Manoel Lucas Miranda, Maternidade Divino Amor, Hospital Municipal de Natal, Dr. Nivaldo Júnior, Hospital Regional de João Câmara, Aguinaldo Pereira, Cleodon Carlos de Andrade, Tarcísio Maia, Hélio Morais Marinho e o hospital regional Lindolfo Gomes Vidal.

De acordo com os dados do Regula RN, o Rio Grande do Norte tem ocupação de 17,1%. A maior ocupação ocorre na Região Metropolitana, com 22,7%, enquanto o Seridó tem 6,7% e o Oeste tem ocupação de leitos críticos de 12,5%.

Tribuna do Norte